23/04/2020 às 11h22min - Atualizada em 23/04/2020 às 11h22min

Toffoli ignorou pedido de Moro sobre a soltura de presos perigosos

Ministro da Justiça ofereceu uma resolução alternativa para o problema, proposta ignorada por Dias Toffoli

MBL NEWS
Ministro da Justiça ofereceu uma resolução alternativa para o problema, proposta ignorada por Dias Toffoli

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, ignorou um ofício enviado a ele pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, com o alerta sobre a soltura de presos perigosos durante a pandemia do novo coronavírus.

No documento, Moro demonstrou preocupação com a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), também presidido por Toffoli, para diminuir o fluxo de ingresso no sistema prisional.
“Têm surgido relatos provenientes especialmente das Secretarias de Segurança Pública e das Secretarias de Administração Penitenciária de que, na aplicação da recomendação, alguns presos de elevada periculosidade estariam sendo colocados em liberdade”, escreveu Moro no documento.

Moro ainda sugeriu ao ministro do STF a inclusão de um dispositivo na resolução com a intenção de evitar a liberação de presos perigosos. Porém, Toffoli ignorou o novo pedido.
Neste mês, o líder do PCC (Primeiro Comando da Capital) no Paraná, o traficante Valacir de Alencar, foi beneficiado com o regime de prisão domiciliar, alegando estar no grupo de risco do vírus. Ao deixar a cadeia, ele rompeu a tornozeleira e fugiu.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »