22/04/2020 às 13h51min - Atualizada em 22/04/2020 às 13h51min

Prefeitura lança ‘Rio Preto sem Fome’ para atender famílias vulneráveis

Secretarias de Agricultura e Abastecimento e Assistência Social trabalharam juntas na ampliação da oferta de cestas básicas a população em extrema pobreza

Assessoria de Imprensa
Alimentos são adquiridos com recursos próprios e por doações Foto: Ivan Feitosa/PMSJRP
A Prefeitura de Rio Preto está reforçando as ações de Segurança Alimentar e Nutricional com a implementação da ação Rio Preto sem Fome, que vai ampliar o fornecimento de cestas básicas a famílias em situação de vulnerabilidade social, como resposta à situação de calamidade pública por causa da pandemia de coronavírus.

O objetivo é a distribuição de até 7.500 cestas básicas para populações em vulnerabilidade e condição de insegurança alimentar, a ser executada nos próximos 90 dias. Desde o início do governo houve uma ampliação no atendimento de 600 cestas básicas para 1.300 no final de 2019, e agora recebe um importante incremento a quem mais precisa.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento será responsável por prover os alimentos, por meio de recursos próprios e também de doações, e à Secretaria de Assistência Social caberá o processo de triagem e entrega das cestas.

Serão contempladas com o auxílio famílias inscritas no CadÚnico realizado pela Assistência Social, que tenham renda per capta de R$ 89 por mês.

A avaliação das famílias que receberão as cestas será feita mensalmente, através de estudos que irão analisar os critérios, considerando a lista de inscritos no Cadastro Único e as relações de famílias que recebem o Programa Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Auxílio-Emergencial do Governo Federal. Idosos ou pessoas com deficiência que residam sozinhos e beneficiários do Programa Bolsa Família poderão ser avaliados de modo prioritário para o recebimento da cesta, assim como outras situações de agravo, conforme avaliação técnica.

Para ter acesso, a população não precisa realizar nenhum procedimento especial, pois a seleção será feita conforme triagem e inserção no CadÚnico. Os selecionados serão informados por correio, e-mail, SMS ou telefone sobre data e hora de retirada das cestas, que acontecerá mediante apresentação de documento pessoal.

A entrega começa a partir de quarta-feira (22) e está sendo devidamente organizada com distribuição nos dez territórios do município, a fim de não haver aglomerações. Pessoas sem condições de locomoção, como idosos e pessoas com deficiência, receberão os alimentos em seus domicílios, conforme triagem da Secretaria de Assistência Social.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »