16/03/2018 às 11h15min - Atualizada em 16/03/2018 às 11h15min

Pré-escola será primeira instituição educacional vegana da Alemanha

Instituição quer mostrar que veganismo é saudável todas as idades

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais
Foto: Reprodução
O jardim de infância de Mokita, localizado em Frankfurt, será a primeira escola para veganos da Alemanha quando for inaugurado em Agosto. A declaração da missão da instituição diz que o objetivo da escola é “oferecer um conceito nutricional vegetariano sustentável que permita que as crianças se alimentem de maneira saudável e responsável em relação aos animais, aos seres humanos e ao meio ambiente”.

As 40 crianças serão monitoradas atentamente pelos profissionais da escola para que obtenham todos os nutrientes necessários.

Porém, de acordo com a VegNews, os políticos locais se opuseram publicamente ao conceito de uma escola totalmente vegana porque acreditam erroneamente que as crianças ficarão desnutridas se não consumirem produtos de origem animal. “Se os pais enviassem seus filhos para um jardim de infância, que só oferecesse fast food, seria tão perigoso para eles como uma dieta vegana”, declarou Stefan von Wangenheim, membro do partido Democratas Livre.

As informações coletadas sobre as crianças serão utilizadas para comprovar que o veganismo é seguro para pessoas de todas as idades. Em 2015, a escola primária MUSE, localizada na Califórnia (EUA), fundada pela ativista vegana e esposa do diretor James Cameron, Suzy Amis Cameron, tornou-se a primeira escola norte-americana totalmente vegana.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »