16/03/2018 às 09h14min - Atualizada em 16/03/2018 às 09h14min

Projeto quer obrigar divulgação na internet de medicamentos disponíveis no município

Assessoria de Imprensa da Câmara
Foto: Divulgação

Um projeto de lei que será analisado na próxima segunda-feira (19/3) quer obrigar a divulgação de medicamentos e insumos fornecidos na rede municipal de saúde. A proposta, de autoria do vereador Lucas Zanatta (PV), está entre os quatro itens da Ordem do Dia da 7ª sessão ordinária do ano.

De acordo com a proposição, o município deverá divulgar os medicamentos por meio do site da Prefeitura de Araçatuba. Além disso, o texto prevê a afixação de listagem impressa na secretaria municipal de Saúde, em hospitais municipais, centros de saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O objetivo da matéria é facilitar o acesso à informação, além de evitar o deslocamento das pessoas que necessitam dos medicamentos.

AVISOS SONOROS EM ATENDIMENTOS

O vereador Gilberto Batata Mantovani (PR) assina projeto de lei que obriga os estabelecimentos comerciais, as instituições financeiras e as casas lotéricas a disponibilizarem avisos sonoros informando a senha numérica ou eletrônica para melhor atendimento das pessoas com deficiência visual.

De autoria do vereador Dr. Almir (PSDB), será apreciado o projeto de lei que denomina Contabilista Ivo Furlan a Rua 10 do Condomínio Royal Boulevard Residence e Resort.

PRORROGAÇÃO DA COMISSÃO DA PEC DA PREVIDÊNCIA

Por fim, a pauta traz um projeto de resolução que prorroga por 90 dias o prazo da comissão especial criada para promover debates com entidades de classe que representam trabalhadores, profissionais, empresas e a população sobre a PEC da Previdência. A matéria é assinada pelos vereadores Professor Cláudio (PMN), Dunga (DEM) e Denilson Pichitelli (PSL).

Os vereadores Márcio Saito (PSDB), Rivael Papinha (PSB), Dr. Alceu (PV) e Dr. Almir (PSDB) estão inscritos para usar a tribuna na fase do Pequeno Expediente. Cada parlamentar tem até dez minutos para falar sobre assuntos de livre escolha.

A sessão ordinária começa às 19h e será transmitida ao vivo pela TV Câmara, no Canal 6 do sistema Net Digital; pela TV Birigui, no Canal 19 em sinal aberto; pela rádio Cultura AM 1.340 kHz e também pelo Youtube e Facebook, cujos links estão disponíveis neste site.



 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »