15/03/2018 às 15h37min - Atualizada em 15/03/2018 às 15h37min

Em intercâmbio no Brasil, bicampeão mundial japonês ministra workshop para professores de São Paulo

Hirotaka Okada veio ao país para promover o projeto de ensino de judô em escolas públicas por meio do programa Sport for Tomorrow, do governo do Japão

CBJ
Foto: Paulo Pinto/BudoPress
Uma parceria entre os governos de Brasil e Japão por meio do programa Sport For Tomorrow trouxe ao Brasil nessa semana o bicampeão mundial e medalhista de bronze olímpico japonês Hirotaka Okada. Entre outras atividades, Okada, que também é professor da Universidade de Tsukuba, referência em Educação Física no Japão, ministrou workshop da modalidade para cerca de 300 professores em São Paulo, no dojô do Projeto Futuro, no Complexo do Ibirapuera, em São Paulo. O seminário foi uma iniciativa da Federação Paulista de Judô (FPJudo), do governo do Japão e do Instituto Kodokan do Brasil. 

“Desde o ano passado, os governos do Brasil e do Japão desenvolvem parceria no sentido de introduzir o judô na grade escolar. O primeiro estágio dessa iniciativa foi enviar sete professores brasileiros ao Japão para conhecer como esta ação ocorre em nosso país. A segunda fase foi trazer os professores Junpei Igarashi e Hirotaka Okada a São Paulo. Estas iniciativas fazem parte do projeto Sport For Tomorrow desenvolvido pelo governo japonês, que, por meio desta iniciativa, pretende dar a sua contribuição ao desenvolvimento social de vários países, através da prática esportiva", explicou Satoshi Watanabe, representante da Secretaria Nacional de Esporte do Japão. 

O conteúdo do workshop contou com demonstrações práticas dos fundamentos básicos do judô, protocolos e código de conduta. Em sua fala, Okada preocupou-se em expor um trabalho pedagógico que enfatize aspectos motivacionais e que priorize a integridade física e psicológica dos jovens praticantes. 

"Nossa proposta visa a agregar valores simples como o respeito ao próximo e oferecer melhor qualidade de vida às futuras gerações, por meio dos ensinamentos deixados pelo professor Jigoro Kano, e acredito que este também seja o propósito de todos vocês”, disse o bicampeão mundial.

Presidente da FPJudô, Alessandro Puglia ressaltou a importância da filosofia do judô na formação do cidadão e o relevante papel dos professores nesse âmbito.

“O judô do Estado de São Paulo vive um momento especial com a vinda do mestre japonês Hirotaka Okada. Ele nos traz informações importantes sobre o trabalho de transformação de crianças e jovens, por meio da educação e da prática do judô. A FPJudô é fomentada e transformada pelas ações de cada um de vocês, e sabemos a importância da formação que cada um de vocês recebeu de seus professores", lembrou. "Se queremos um País melhor e um mundo melhor, nós, professores de judô, temos a missão de assumir protagonismo nesta proposta que visa a estabelecer mudanças por meio da filosofia do judô", completou o dirigente.

Além de Puglia, outras autoridades prestigiram o Workshop, como Takanori Sekine, presidente do Instituto Kodokan do Brasil; Joji Kimura, coordenador técnico da FPJudô; e diversos renomados professores do judô nacional como Mario Tsutsui, técnico da seleção brasileira de judô, Sator Hirakawa, Osvaldo Hatiro Ogawa, Sadao Fleming Mulero, Luís Alberto dos Santos, Kiichi Watanabe, Henrique Guimarães, Márcio Nobuharu Iwafune, Hissato Yamamoto, Yoshiyuki Shimotsu, Dante Kanayama, Wagner Antônio Vettorazzi,  Alcides Camargo, Rioiti Uchida, Uishiro Umakakeba, Leonel Yoshiki Matsumoto, Nélson Hirotoshi Onmura, Milton Correa, Soraia André, José Gildemar de Carvalho, Rubens Pereira, Luiz Yoshio Onmura, Wilmar Terumiti Shiraga, Iwan Kiko, Ademir Xavier, Roberto Forte Katchborian, Sérgio Barrocas Lex, Paulo Ferraz Alvim Muhlfarth, Roberto Mityo Harada e Odair Antônio Borges.  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »