03/03/2020 às 14h46min - Atualizada em 03/03/2020 às 14h46min

Mãe tenta levar pedaços de serra dentro de sabonetes para filho preso

O fato ocorreu na Penitenciária de Lucélia no último sábado e foi um dos casos registrados com visitantes em presídios da região

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Nos dias 29 de fevereiro e 01 de março, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal.

Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

PENITENCIÁRIA DE LUCÉLIA
Na tentativa de burlar a segurança da unidade prisional, a mãe de um sentenciado tentou entrar na Penitenciária de Lucélia com materiais permitidos. Porém, dentro de sabonetes, ela escondida 04 (quatro) pedaços de serra medindo aproximadamente 06 centímetros cada uma. A descoberta se deu no sábado, durante os procedimentos de revista para autorização da entrada da mulher. Ela foi suspensa do rol de visitas e teve o material apreendido, enquanto o filho foi encaminhado ao Pavilhão Disciplinar onde responderá a Procedimento Interno Disciplinar.

PENITENCIÁRIA "ASP. LINDOLFO TERÇARIOL FILHO" DE MIRANDÓPOLIS (PII)
A companheira de um sentenciado passava pelo escâner corporal a fim de entrar na penitenciária, porém, o aparelho identificou uma imagem suspeita no cós da calça da mulher. Após indagá-la, ela se dirigiu a um local apropriado e retirou a peça de vestuário, onde foram encontradas: 04 (quatro) folhas de cor amarela e 02 (duas) folhas brancas. A mulher confessou que se tratava do entorpecente K-4 e, juntamente com os papéis, foi encaminhada à delegacia local para providências cabíveis, além de ser suspensa do rol de visitas. O sentenciado que seria visitado foi encaminhado ao Pavilhão Disciplinar e responderá a Procedimento Disciplinar.

PENITENCIARIA DE IRAPURU
Por volta das 10h de sábado, uma mulher tentou passar pelos procedimentos de revista no aparelho de scanner corporal escondendo 01 (um) celular nas partes íntimas. Ao ser questionada, ela confirmou o fato e, acompanhada por duas agentes penitenciárias, se dirigiu até o vestiário feminino para retirada do aparelho e entrega. Logo após, foi conduzida à Delegacia de Polícia local para as providências cabíveis, além de ser suspensa do rol de visitas. O sentenciado envolvido foi encaminhado ao Pavilhão Disciplinar e responderá à procedimento interno para apuração preliminar dos fatos.

CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA "ASP. VALDECIR FABIANO" DE RIOLÂNDIA
Neste domingo, durante revista por scanner corporal nas visitantes que adentrariam o presídio, a companheira de um sentenciado foi flagrada com uma mensagem relacionada à facção criminosa escrita no avesso da calça "legging" que vestia. Logo após, foi colhido termo de declaração da mesma, sendo ela impedida de entrar na unidade e suspensa do rol de visitas.

CENTRO DE PROGESSÃO PENITENCIÁRIA DE VALPARAÍSO
Agentes de Segurança Penitenciária abordaram uma mulher que tentava entrar no presídio para visitar o companheiro sentenciado. Durante os procedimentos de revista, o aparelho de escâner corporal detectou a imagem de um invólucro no corpo da visita que, ao ser informada sob a possibilidade de ser conduzida à Santa Casa para exame mais minucioso, resolveu retirar o objeto da genitália e entregá-lo, o qual continha substância com características de entorpecente maconha. A Polícia Militar foi acionada e encaminhou a visitante à Delegacia de Polícia de Valparaíso para apuração do flagrante delito, além dela ser suspensa do rol de visitas.

PENITENCIÁRIA "A.E.V.P. CRISTIANO DE OLIVEIRA" DE FLÓRIDA PAULISTA
Ao ser submetida aos procedimentos de revista legais via escâner corporal e conferência de vestuário, uma visitante foi surpreendida portando dentro de ambos os bolsos da calça 02 (dois) papéis com características de entorpecente K-4. Na ocasião, a Polícia Civil foi acionada e conduziu a visitante e os papelotes apreendidos à Delegacia de Polícia local para elaboração de Boletim de Ocorrência e demais providências pertinentes. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade do detento envolvido.

 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »