02/03/2020 às 13h35min - Atualizada em 02/03/2020 às 13h35min

Moro afirma que irmãos Gomes agravaram crise policial no Ceará

O ministro da Justiça entende que o motim só foi encerrado graças à intervenção do governo federal

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou que o motim dos policiais no Ceará foi resolvido “apesar dos Gomes”.

Recentemente, o candidato derrotado à presidência da República nas eleições de 2018, Ciro Gomes, afirmou que Moro é um “capanga” do presidente Jair Bolsonaro.


O Senador Cid Gomes com o irmão Ciro Gomes Ex governador do estado do Ceará 

“A crise no Ceará só foi resolvida pela ação do governo federal, Forças Armadas e Força Nacional, que protegeram a população e garantiram a segurança. Explorar politicamente o episódio, ofender policiais ou atacá-los fisicamente só atrapalharam. Apesar dos Gomes, a crise foi resolvida”, afirmou o ministro da Justiça. “Aliás, em janeiro de 2019, o governo federal, desta vez pela Força Nacional, força de intervenção penitenciária, PF e PRF, já havia atuado no estado do Ceará para, junto com as forças locais, debelar os atentados dos grupos criminosos organizados. O governo federal não falta ao Ceará”, afirmou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »