11/02/2020 às 14h58min - Atualizada em 11/02/2020 às 14h58min

Chip em bíblia, estimulantes sexuais em remédios e diversas drogas

Apreensões foram realizadas na entrada de presídios da região

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

Nos dias 08 e 09 de fevereiro, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.
 
PENITENCIARIA DE VALPARAÍSO
Durante revista com aparelho Body Scanner para permissão de entrada de visitantes no presídio, no sábado (08), uma mulher foi flagrada com um invólucro inserido nas partes íntimas contendo 01 (um) telefone celular. Ela foi suspensa do rol de visitas e o sentenciado encaminhado ao Pavilhão Disciplinar.

PENITENCIÁRIA "SILVIO YOSHIHIKO HINOHARA" DE PRESIDENTE BERNARDES
No sábado (08), por volta das 08h25, durante procedimento de revista no scanner corporal, uma visitante foi flagrada com a posse de sete folhas, aparentemente da droga sintética conhecida por K4, que mantinha escondida na região das nádegas. No dia seguinte, dia 09, nos mesmos moldes, outra visitante foi flagrada com a posse de 15 pedaços de papel cartolina aparentando também a droga sintética conhecida por K4, que mantinha escondida na região da panturrilha. As visitantes em questão foram conduzidas à Delegacia de Polícia local, onde foram lavrados os respectivos Boletins de Ocorrência, além de serem suspensas do rol de visitas. Também foram instaurados Procedimentos Disciplinares para apurar a cumplicidade dos sentenciados que receberiam os ilícitos.

PENITENCIÁRIA DE JUNQUEIRÓPOLIS
A companheira de um sentenciado foi flagrada com quatro invólucros de uma substância esverdeada aparentando tratar-se do entorpecente denominado "maconha" com peso bruto de 45 gramas e, ainda, 02 (dois) invólucros de uma substância esbranquiçada, aparentando ser o entorpecente denominado "cocaína" com o peso bruto de três gramas. Mediante os fatos, a Polícia Civil foi acionada para que fossem tomadas as devidas providências de praxe, a mulher suspensa do rol de visitas e o sentenciado que seria visitando foi removido ao pavilhão disciplinar, onde aguardará a apuração dos fatos.

CENTRO DE PROGRESSÃO PENITENCIÁRIA DE VALPARAÍSO
Neste domingo (09), uma mulher tentou ingressar na unidade com uma bíblia, para visitar um sentenciado. No entanto, quando passava pelos procedimentos de revista pertinentes, agentes encontraram dentro da escritura sagrada 01 (um) chip de celular. O sentenciado foi isolado em cela disciplinar para possível regressão ao regime fechado e demais providências administrativas e a mulher suspensa do rol de visitas.

PENITENCIÁRIA "LUIZ APARECIDO FERNANDES" DE LAVÍNIA (PII)
Duas mulheres foram impedidas de entrar no presídio neste final de semana para visitar sentenciados. Uma delas trazia escondido na genitália um invólucro contendo 01 (um) micro aparelho celular, enquanto a outra trazia três invólucros ocultos na calça com, respectivamente, 13 (treze), 23 (vinte e três) e 25 (vinte e cinco) centímetros, contendo a substância semelhante ao entorpecente "maconha". As apreensões foram visualizadas pelo aparelho de escâner corporal. As visitantes foram encaminhadas perante a autoridade policial e suspensas do rol de visitas e os sentenciados que deveriam ser visitados, isolados preventivamente para fins de instauração de Procedimentos Disciplinares.

CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA DE LAVÍNIA
No momento em que a companheira de um sentenciado passava pelos procedimentos de revista para visitá-lo na unidade, foi flagrada com um objeto em suas partes íntimas, o que foi visualizado pelos agentes nas imagens geradas pelo scanner corporal. Após ser questionada, a mulher confessou que trazia no forro da peça íntima uma pequena porção de entorpecente maconha. Por este motivo, a visitante foi encaminhada à Delegacia de Polícia local e o sentenciado conduzido ao Pavilhão Disciplinar.

PENITENCIÁRIA "MAURICIO HENRIQUE GUIMARÃES" DE PRESIDENTE VENCESLAU (PII)
Neste sábado, às 9h, uma visitante de sentenciado depositou no setor de subportaria comprimidos da cor azul escondidos em recipientes de outros medicamentos (Omeprazol e Centromax). Após às 12h, quando submetida à revista mecânica através do equipamento de escâner corporal para entrar no estabelecimento, foi constatada uma imagem suspeita com a visitante. A Polícia Militar foi acionada e a visitante encaminhada à Santa Casa local para exames, onde se detectou a presença de entorpecente aparentando se tratar de "Crack'. A mulher foi suspensa do rol de visitas e encaminhada à Delegacia de Polícia local para as providências pertinentes e, por sua vez, o preso isolado cautelarmente para apuração dos fatos em procedimento administrativo. 

PENITENCIARIA I "NESTOR CANOA" DE MIRANDÓPOLIS
No último sábado (08), foram apreendidos 33 (trinte a três) invólucros contendo substância esverdeada semelhante à maconha e 01 (uma) folha da droga sintética K4. Os materiais foram encontrados escondidos entre alimentos, durante a realização do procedimento de revista em vasilhas plásticas de uma visitante. No domingo, durante revista com aparelho de escâner corporal, foi constatado que havia um objeto no interior do corpo de outra visita, esposa de um sentenciado. Como ela se negou a assumir a posse do objeto ilícito, foi encaminhada ao Hospital Estadual de Mirandópolis para realização de exames. Pouco tempo depois, ela entregou aos servidores um invólucro que continha em seu interior substância esbranquiçada semelhante à cocaína. Em ambos os casos, as visitantes foram suspensas do rol de visitas e encaminhadas à Delegacia de Polícia de Mirandópolis e os reclusos removidos ao Pavilhão Disciplinar para apuração dos fatos.

PENITENCIÁRIA DE IRAPURU
Durante procedimentos de revista para entrada na unidade, neste sábado, a companheira de um sentenciado foi flagrada pelos agentes após passar pelo escâner corporal e o aparelho indicar que ela trazia escondido em seu corpo, nas partes íntimas, 01 (um) micro aparelho celular sem bateria e sem chip. O material foi apreendido, a autoridade policial comunicada e o sentenciado conduzido preventivamente ao pavilhão disciplinar para apuração dos fatos.

PENITENCIÁRIA "TACYAN MENEZES DE LUCENA" DE MARTINÓPOLIS
No domingo, uma mulher tentou ingressar na unidade com 04 (quatro) cartelas do suposto entorpecente sintético denominado K4, 01 (um) invólucro de 4,6 gramas contendo erva com características de "maconha" e 02 (dois) invólucros com substância análoga à cocaína. Tudo estava escondido na costura lateral da camiseta que a visitante vestia. A apreensão foi efetivada pela revista corporal com uso do escâner. As mulheres foram suspensas do rol de visitas e encaminhadas à delegacia local para os procedimentos pertinentes. Já os sentenciados que seriam visitados responderão a procedimento de infração disciplinar.

CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA II DE PACAEMBU
Uma visitante foi impedida de entrar na unidade prisional no último sábado, após os Agentes de Segurança Penitenciária visualizarem que ela trazia um volume na altura do seio e, ao ser indagada, confessou, retirando do top duas notas no valor de R$ 20,00. Após o ocorrido, ela prestou esclarecimentos e foi suspensa do rol de visitas. Será instaurado procedimento disciplinar para apurar os fatos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »