31/01/2020 às 10h02min - Atualizada em 31/01/2020 às 10h02min

Os perigos do consumo do açúcar branco

Vida plena e bem estar
Foto: Imagem Ilustrativa
O açúcar branco, hoje usado em quantidades muito elevadas e estimulado pelos governos e pela propaganda, é um perigoso aditivo que antes não fazia parte da dieta humana.

Usado há mais de 100 anos, faz parte da maioria dos elementos modernos e é responsável por inúmeros distúrbios orgânicos.

Segundo estudiosos, o açúcar é um agente cariógeno, determinando as cáries dentárias pela formação de placas bacterianas no sulco gengival e pela retirada do cálcio dos dentes por vários mecanismos, sejam locais ou através do próprio sangue.

Mas não é nos dentes que o açúcar tem a sua ação mais perigosa. Da forma abundante como é consumido, ele determina a perda lenta de cálcio nos ossos e magnésio, além de drenar as importantes vitaminas do complexo B.

Considera-se, por isso, o açúcar como um anti-nutriente e portador de uma grande e desnecessária quantidade de energia química concentrada.

Hoje o consumo médio mundial por habitantes está em torno de 300g de açúcar diariamente. Isso significa que uma pessoa pode consumir até dez quilos mensais do açúcar branco.

É curioso saber que uma pessoa não necessita de nenhum açúcar branco, pois, a alimentação comum fornece toda a glicose necessária às necessidades orgânicas.

Todo açúcar extra, ingerido por meio das enormes quantidades de guloseimas hoje disponíveis, sejam sorvetes, refrigerantes, etc, representa uma tremenda sobrecarga que o organismo tem que suportar.

Atribui-se ao açúcar branco a capacidade de gerar e piorar a maioria das doenças modernas, todas as infecções, a hipoglicemia, o diabetes e outras, devido ao seu poder de diminuir as resistências do organismo e eliminar o importante magnésio.

Em razão disso, deve-se evitar o consumo do açúcar refinado e substituí-lo pelo açúcar mascavo ou orgânico, que são mais saudáveis e preservam os nutrientes, os quais são existem no açúcar branco, devido ao seu processo de refinamento.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »