28/01/2020 às 15h04min - Atualizada em 28/01/2020 às 15h04min

Policiais nota 10 do Estado são homenageados

Integrantes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica foram reconhecidos por atuação em ocorrências de destaque e bom desempenho das funções

SSP
Foram homenageados 23 policiais militares, dez civis e dois técnico-científicos (Crédito: Governo do Estado)
O governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, homenagearam, nesta terça-feira (28), 23 policiais militares, dez civis e dois técnico-científicos da Capital e das regiões Ribeirão Preto, Santos e Piracicaba com o certificado “Policial Nota 10”. 

“Este é um governo no qual a Segurança Pública é prioridade. Nós vamos sempre apoiar e melhorar as condições de trabalho da melhor polícia do Brasil. Aliás, hoje vocês são aqui o melhor da melhor polícia do Brasil”, destacou o governador.

Em sua décima segunda edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo. A solenidade aconteceu na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista.  

“Fico muito feliz cada vez que tenho a oportunidade de participar de mais um Policial Nota 10 para cumprimentar o valor, o trabalho, o desprendimento e a coragem do que vocês fazem no dia a dia. Este é um governo no qual a segurança pública é prioridade”, ressaltou Doria.

Os casos que geraram destaques aos profissionais envolvem resgate, maus-tratos a animais e prisões de assaltantes e autores de homicídios. Duas peritas também são reconhecidas pela realização de exames periciais que foram imprescindíveis para as investigações de um caso de repercussão.

“Vocês [policiais] são heróis sem capas. Estamos saudando aos que participaram de um salvamento histórico, aqueles que elucidaram crimes, aqueles que trabalham na elucidação de crimes não só contra a pessoa, mas também contra animais. Estamos saudando técnicos da polícia que elucidaram um crime terrível no Vale do Ribeira. Ou seja, cada um aqui está escrevendo a sua história e a da sua unidade”, destacou o titular da SSP.

Polícia Militar

Representando a instituição militar, foram agraciados 13 militares do Corpo de Bombeiros e dez do Comando de Aviação da (CAv). Eles resgataram, no dia 10 de janeiro, um homem que caiu de uma altura de 10 metros dentro de uma caixa d’água vazia, em uma escola, no bairro Tiradentes, zona leste da capital.

No CB foram homenageados a 1ª tenente Carolina Settanni, os cabos David Santos, Marcio Ferreira, Danilo Bobrov, Sandro Bonici, lan Six e Sérgio de Souza Junior; os soldados Marcelo do Prado, Rodrigo Mendonça, Allyson da Silva e Christian Santos; o 1º sargento Luciano de Almeida e o 3º sargento André Prisco.

No CAv foram reconhecidos o major Gilberto da Silva; o capitão Bruno Gomes; a capitão médico Fabiana Ajjar; os 1º tenentes João Oliveira e Thais de Andrade; o 1º tenente médico Wellington Sperandio, o 1º sargento Leonardo Oliveira e os cabos Paulo da Silva, Milton dos Santos e Marlon Lima.

Polícia Civil

Na Polícia Civil foram agraciados integrantes da 2ª Delegacia de Polícia da Divisão de Investigações sobre Infrações de Maus Tratos a Animais (DIMA), do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) – o delegado titular Jan Alexandre Correa Plzak e o assistente Walter Romero Ferrari, o investigador chefe, Emerson Sebastião da Rocha, e o escrivão chefe, Paulo Rogério de Melo.

Eles deflagraram uma ação, no dia 14 de dezembro, que resultou na prisão de 41 pessoas que promoviam rinha de cães em Mairiporã, na Grande São Paulo. 

Ao todo, 26 lutas estavam previstas para ocorrer no local. Dezoito animais da raça pit bull, quase todos feridos, e a carcaça de outro cão foram encontrados. 

Também representando a Polícia Civil foram homenageados o delegado seccional de São Carlos, Geraldo Souza Filho, o investigador da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São Carlos, Maurício Lara Giampedro, e o escrivão da Delegacia de Ribeirão Bonito, Igor Rodrigo Gonzaga Serrano. O trio esclareceu a morte do prefeito de Ribeirão Bonito, ocorrida em 26 de setembro.

O último grupo reconhecido pela instituição, composto pelo delegado Alexandre Socolowshi e pelos investigadores Alexandre de Carvalho e Danilo da Costa, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Claro, esclareceu o roubo a residência do presidente da Câmara da cidade, no dia 17 de dezembro.

Polícia Técnico-Científica

Representando a Polícia Científica foram homenageadas as peritas Gabriela Flecth Otuki e Mariana Rocha Penteado, da Equipe de Perícias Criminalísticas de Registro. Elas foram reconhecidas pela realização de exames periciais que foram imprescindíveis para as investigações do caso de um garoto, de 8 anos, que desapareceu em agosto do ano passado, na cidade de Registro. Ele foi encontrado morto no mesmo mês na cidade de Iguape. 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »