28/01/2020 às 14h37min - Atualizada em 28/01/2020 às 14h37min

Em seis dias, Santas Missões Populares visitam quase 800 endereços na Paróquia Bom Jesus da Lapa

Cláudio Henrique da Silva Ferreira
Assessoria de Comunicação da Diocese de Araçatuba
Foto: Assessoria de Comunicação da Diocese de Araçatuba
As Santas Missões Populares 2020, realizadas na Paróquia do Senhor Bom Jesus da Lapa, em Araçatuba, atingiu 80% da meta programada para a região paroquial ao visitar 794 locais entre os dias 20 e 25 de janeiro. Dentre os endereços visitados, 82 foram clínicas e estabelecimentos comerciais.
 
A abertura oficial foi no dia 19 de janeiro, em Santa Missa na paróquia do bairro Vila Mendonça. Ao todo, as missões envolveram 35 missionários da Diocese, entre leigos e seminaristas, e dois da dois missionários da Diocese de Coroatá (MA), que faz parte do projeto Dioceses Irmãs com a Igreja Particular de Araçatuba.
 
Conforme dados do Comidi (Conselho Missionário Diocesano), dos 794 locais visitados, 420 foram na região da matriz Bom Jesus (bairros Vila Mendonça e Jardim Paulista), 148 na região da Comunidade Sagrada Família (bairro Jardim Sumaré), 143 na Comunidade Santa Luzia (bairro Santa Luzia) e 83 famílias no bairro novo Umuarama, assistido pela Capela São Benedito.
 
“Encerramos as missões com um número satisfatório do que nos foi proposto de visitas a famílias e estabelecimentos, dentro do que orienta as diretrizes da ação evangelizadora da Igreja: uma Igreja em saída e presente na cidade.  Agradecemos ao bom Deus por mais esse trabalho na Diocese de Araçatuba. Por nos ter dado força e perseverança de levar a boa nova a quem, de coração sincero, abriu a portas de sua casa, de suas clínicas e estabelecimentos comerciais para levarmos a boa nova do Cristo”, afirma o padre Edson Barbosa, assessor do Comidi.
 
Na Paróquia do Senhor Bom Jesus da Lapa ocorreu a 29ª edição das Santas Missões Populares, que acontecem em 2021, entre os dias 17 e 23 de janeiro, na Paróquia São Sebastião, em Araçatuba. A igreja abriga as regiões norte e oeste da cidade, atingindo ao menos 12 bairros.
 
Para o bispo diocesano Dom Sergio Krzywy, as missões são tempos fecundos na Diocese. “Agradecemos a todas as pessoas que contribuíram para as missões. Os frutos das missões na paróquia serão colhidos no decorrer da caminhada evangelizadora. Jesus continua nos salvando através da ação evangelizadora. Que esse tempo fecundo de fato permaneça”.
 
 
DE LONGE
 
Pela primeira vez em Araçatuba, os missionários seminarista Railson Lima e Conceição Cruz, de Codó , no Maranhão, encararam 2.448 quilômetros para estarem nas Missões em Araçatuba. Eles são da Diocese de Coroatá e passaram os dias na experiência missionária com os irmãos paulistas.
 
Railson, que está a meses de ser ordenado diácono em Coroatá,  afirma que está no Estado de São Paulo pela primeira vez e valoriza a oportunidade de vivenciar realidades distintas da diocese irmã maranhense.
 
“A Diocese de Coroatá também é missionária. Desenvolvemos diversas atividades, tal como aqui. Temos também as Santas Missões Populares, as quais também possuem grande adesão. Evidente que as realidades sociais e geográficas são diferentes, mas ambas têm esse ardor missionário e bom acolhimento”, afirma Railson, que esteve em missão no setor Comunidade Sagrada Família.
 
Já Conceição, que conhece a Diocese de Araçatuba pela primeira vez, esteve em missão no setor Comunidade São Benedito. Para ela, a troca de experiências fortalece a fé. “Nestes dias temos vivido as alegrias e as dores do nosso povo, sempre unidos pela fé. É uma satisfação imensa estar em nossa diocese irmã”, afirma.
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »