21/11/2019 às 14h49min - Atualizada em 21/11/2019 às 14h49min

Videodança 'Sentimentos Privados em Lugares Públicos' estreia em Rio Preto neste sábado, 23

Fuztasi Coletivo Multimídia promove série de sessões gratuitas no café cultural Menina Chita, das 20 às 22h

Graziela Delalibera
Assessoria de Imprensa
Foto: Guilherme Di Curzio

Estreia neste sábado (23/11), em Rio Preto, a videodança "Sentimentos Privados em Lugares Públicos", do Fuztasi Coletivo Multimídia. Interpretado pela atriz e bailarina Andrea Capelli, o trabalho mistura o movimento da cidade ao movimento do corpo e ao vídeo.

 

A videodança será exibida das 20 às 22 horas, no café cultural Menina Chita, localizado na Vila Santa Cruz. Haverá sessões a cada vinte minutos, seguidas de bate-papos com os integrantes do coletivo. A entrada é gratuita.

 

Na obra, dirigida por Jef Telles, uma mulher tem a sua vida comparada à trajetória de um rio, que segue seu curso canalizado, "esmagado" pelo concreto, provocando reflexões acerca da condição humana, sua precariedade e finitude.

 

As cenas para a videodança foram gravadas no dia 20 de outubro, um domingo, durante uma intervenção urbana que teve a duração de nove horas e meia. Em um exaustivo percurso pelos canteiros centrais da avenida Alberto Andaló, o coletivo partiu do pontilhão da rodovia Washington Luís, seguindo em direção ao centro da cidade.

 

O projeto tem direção audiovisual e edição de Guilherme Di Curzio. A direção de arte é de Léo Bauab e a produção, de Daniela Honório.

 

A obra conta com a participação dos músicos João Bolzan e Mauricio Zacarias, além de Andressa Maria, Ane Carolina, Leticia Banzatto, Leticia Nascimento, Murilo Gussi, Ramires Felix e Savio D'Agostino. Vinicius de Barros Santos faz uma participação especial e Pedro Junior Martins é assistente de produção. Fernando Macaco é operador de câmera e assistente de fotografia.

 

"Sentimentos Privados em Lugares Públicos" encerra a trilogia "Locomoções", iniciada com "Corpo/Lentes", de 2018, espetáculo performativo que une a dança com o vídeo, e "Urbanidades", videoarte lançada neste ano, unindo a cidade com a dança.

 

A obra também marca oficialmente o nascimento do coletivo Fuztasi, fundado por Andrea Capelli e Guilherme Di Curzio, que se apresenta como um agrupamento de artistas com pesquisa focada na fusão das linguagens da dança e do audiovisual.

 

O projeto foi um dos selecionados pelo Prêmio Nelson Seixas 2019, da Prefeitura de Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. A proposta foi vencedora na modalidade Dança.

 

 

Serviço:

'Sentimentos Privados em Lugares Públicos', do Fuztasi Coletivo Multimídia. Sábado (23/11), das 20h às 22h, no café cultural Menina Chita (rua Capitão João Gomide, 133, Vila Santa Cruz) – São José do Rio Preto/SP. Duração de cada sessão: 10 minutos. Grátis. Livre.

 

Sinopse:

Sobre as águas do córrego Canela a construção da cidade, o movimento das rodas e dos corpos. Como um rio, a dança solitária de uma profusão de sentimentos: privados ao silêncio das palavras, a vida continua passando nessa floresta pública, invisível aos olhos de um canteiro central.

 

Ficha técnica:

Intérprete: Andrea Capelli

Músicos: João Bolzan e Mauricio Zacarias

Participação fundamental: Andressa Maria, Ane Carolina, Leticia Banzatto, Leticia Nascimento, Murilo Gussi, Ramires Felix e Savio D'Agostino.

Participação especial: Vinicius de Barros Santos

Direção audiovisual e edição: Guilherme Di Curzio

Operador de câmera e assistente de fotografia: Fernando Macaco

Direção de arte: Léo Bauab

Produção: Daniela Honório

Assistente de produção: Pedro Junior Martins

Assessoria de imprensa: Graziela Delalibera

Concepção e direção geral: Jef Telles

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »