18/11/2019 às 16h33min - Atualizada em 18/11/2019 às 16h33min

Douglas Potrich e Marcus Agostinho vão a Blumenau observar o judô nos Jogos Escolares da Juventude

Técnicos das categorias de base da CBJ acompanham a modalidade em Santa Catarina de olho nos jovens talentos

CBJ
Foto: Ana Patrícia / COB
A nova safra do judô brasileiro, que desponta por todo o país e está presente também nos Jogos Escolares, está sendo observada de perto pela Confederação Brasileira de Judô. A convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB), os técnicos das categorias de base da CBJ, Marcus Agostinho (feminina) e Douglas Potrich (masculina), estão em Blumenau (SC) acompanhando os judocas das classes 12 a 14 anos e de 15 a 17 anos.

Observar os atletas da modalidade na competição estudantil mais importante do país tem refletido em bons resultados na seleção brasileira. O Mundial de Almaty contou com quatro atletas que participaram dos Jogos Escolares 2018 e conquistaram medalha na competição internacional: Laura Soken, Anna Belém, Sarah Souza e Matheus Pereira. É a oportunidade de se afirmar no cenário nacional do judô.

“Essa competição tem o mesmo valor de um campeonato nacional. É uma oportunidade de observar os campeões de todos os estados brasileiros”, disse Marcus Agostinho, técnico da seleção feminina juvenil, em entrevista ao site oficial do COB.

Confira aqui os resultados do judô nos Jogos Escolares da Juventude 2019

Ainda há, também, a oportunidade de troca de conhecimento entre atletas e treinadores durante os dias 18, 19 e 20 de novembro, com treinamentos e atividades complementares já previstas na programação oficial dos Jogos Escolares.

“Outro aspecto interessante é a aplicação de ações diretas com os treinadores, estreitando o nosso relacionamento. Selecionamos ainda alguns conteúdos que apontam as principais deficiências dos atletas brasileiros em relação aos estrangeiros”, afirmou Douglas Potrich, técnico da seleção masculina juvenil.

Carlos Honorato acende a pira dos Jogos Escolares

O ponto de partida dos Jogos Escolares foi dado no último sábado (16), em cerimônia realizada no ginásio Galegão, e que contou com a presença de quase cinco mil atletas de 14 modalidades esportivas, nas categorias 12 a 14 anos e 15 a 17 anos. 

A cerimônia contou também com a presença do presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira; Mário Hildebrandt, prefeito de Blumenau; Ruy Godinho, presidente da Fesporte; e Emanuel Rego (Secretário Nacional de Alto Rendimento do Ministério da Cidadania. Coube ao judoca Carlos Honorato, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000, acender a pira dos Jogos Escolares.

“Para mim, é muito importante estar aqui e passar um pouco da minha experiência, também dar tranquilidade e dicas dentro da competição para que, no futuro, eles consigam almejar os objetivos”, concluiu Honorato, que integra o time de embaixadores desta edição dos JEJ's.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »