13/11/2019 às 08h50min - Atualizada em 13/11/2019 às 08h50min

Projeto Guri abre temporada de matrículas para o primeiro semestre de 2020

Ao todo, são mais de 30 cursos gratuitos de música para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos

Governo do Estado de São Paulo
Foto: Divulgação

As inscrições para novos alunos e alunas do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, serão realizadas de 25 de novembro a 6 de dezembro nos polos de ensino do interior e litoral de São Paulo.

De acordo com representantes da iniciativa, as matrículas podem ocorrer em datas diferentes em alguns polos. Ao todo, são mais de 30 cursos gratuitos de música para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos.

Para se matricular, os interessados devem comparecer ao polo que desejam estudar, acompanhados pelos responsáveis, portando RG ou certidão de nascimento; comprovante de matrícula escolar e/ou declaração de frequência escolar; e comprovante de endereço para consulta.

Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumentos ou realizar testes seletivos. Os endereços dos polos estão no site www.projetoguri.org.br.

Sobre o Projeto Guri

Mantida pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, a iniciativa é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA).

Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social.

A gestão compartilhada do Projeto Guri atende uma resolução da secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde o início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos

Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas.

Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: http://www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »