31/10/2019 às 10h28min - Atualizada em 31/10/2019 às 10h28min

PM Ambiental aplica mais de R$ 1 milhão em multa e fecha fábrica de palmitos clandestina

Trabalhos apreenderam mais de 40 quilos do produto conservado irregularmente

SSP
Foto: Polícia Militar
A Polícia Militar Ambiental desativou, na tarde desta quarta-feira (30), uma fábrica clandestina de palmito localizada na Estrada Iporanga, bairro Dique, em Juquiá – interior do Estado.

Policiais do 3° Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), durante patrulhamento, receberam uma denúncia sobre a operação da fábrica, que ficava em um sítio próximo ao km 8 da estrada.

A equipe se aproximou do local e encontrou alguns frascos do produto prontos para serem comercializados, bem como alguns feixes do palmito Juçara. Duas pessoas que estavam no imóvel correram ao notarem a presença dos policiais.

Os trabalhos apreenderam 1.769 unidades de palmitos in natura, 26 potes contendo palmitos, totalizando 46,8 quilos, além de 211 tampas metálicas para lacrar os produtos. Também foram recolhidos dois botijões de gás, quatro baldes e duas bacias, bem como dois roteadores.

Foi requisitado apoio do Instituto de Criminalística para periciar o local e do 1º pelotão ambiental para contribuir no transporte do material apreendido.

O proprietário do sítio foi identificado e multado em R$ 1.061.400,00 pelos palmitos in natura, além de R$ 28.080,00 pela conserva irregular dos alimentos. A ocorrência foi apresentada e registrada na delegacia da cidade.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »