25/09/2019 às 14h12min - Atualizada em 25/09/2019 às 14h12min

Escola de Rio Preto 'fluente' em Libras promove dinâmica entre alunos ouvintes e com surdez para marcar Dia Nacional do Surdo

Rede estadual atende mais de 4 mil estudantes com algum nível de surdez

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
A Escola Estadual Alberto Andaló, em São José do Rio Preto, realiza nesta quinta-feira (26), às 10h30, a ação "Mãos que rompem o silêncio", uma atividade em que os alunos terão de identificar, por meio dos sinais, quem é surdo e quem é ouvinte. A atividade marca o Dia Nacional do Surdo comemorado nesta quinta.

Uma das turmas da unidade é 'fluente' em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Nesta quinta, os alunos também irão contar e resgatar a história do projeto que culminou no ensino da língua.

O projeto teve início com a participação do aluno Weslley Perassolo de Oliveira, de 17 anos, que tem implante coclear, e do interlocutor dele, o professor Domingos Nunes de Carvalho Filho. Na ocasião, a professora de física pediu para os dois contarem à classe, do 2º ano do Ensino Médio, como funcionava a emissão do som para o implante do Wesley. A turma se interessou tanto que pediu para aprender a linguagem dos sinais.

Em Uchôa (cidade próxima a Rio Preto), a Escola Estadual Pedro Elias promoverá nesta quinta-feira (26) a palestra "Conscientizar é Preciso", com um ex-aluno surdo da escola, e na sexta-feira (27) com uma intérprete do Instituto Federal de Catanduva. Nos dois dias também haverá apresentação de vídeos sobre o tema e pipoca aos participantes.
 
Alunos com surdez na rede

A rede estadual de São Paulo atende 4.162 alunos que possuem algum tipo de surdez, desde leve até a mais severa e concomitante à cegueira. Na Diretoria de Ensino de São José do Rio Preto são 47 alunos com algum grau de deficiência auditiva. Destes, 21 se comunicam por Libras.

Os alunos que necessitam são acompanhados por professores interlocutores que transformam os conteúdos das aulas em Libras. A rede estadual possui 1.380 docentes específicos para esta função.

Os estudantes também têm à disposição as salas de recursos que oferecem material pedagógico para que possam se desenvolver. São 4.902 salas em todo o Estado.
 
Serviço

EE Alberto Andaló, na Praça Pio XII, 50 - Vila Maceno
Horário – 10h30
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »