09/09/2019 às 09h51min - Atualizada em 09/09/2019 às 09h51min

Santos FC empata com Athletico Paranaense pelo Campeonato Brasileiro

Santos FC
Foto: Divulgação

O Santos Futebol Clube recebeu a equipe do Athletico Paranaense na tarde deste domingo (8), na Vila Belmiro, e empatou pelo placar de 1 a 1. O gol alvinegro foi marcado pro Carlos Sánchez, em cobrança de penalidade máxima. Com o resultado, o Peixe chega aos 37 pontos na tabela, ocupando a segunda colocação da competição nacional. O próximo compromisso do Santos FC pelo Brasileirão será contra a equipe do Flamengo, no sábado (14), fora de casa.

O jogo – A partida começou com boas oportunidades para o Santos FC. A primeira delas saiu dos pés de Sasha, finalizando no canto esquerdo aos 5 minutos, para defesa do goleiro; e Marinho, aos 7, após jogada errada de Léo Pereira – que acabou se recuperando a tempo de fazer a interceptação. Após a partida ficar mais equilibrada, o Peixe articulou outra chance aos 25 minutos, quando Marinho recebeu boa bola de Sánchez e chutou firme, para defesa do goleiro Léo.

O Athletico tentou responder com Everton Felipe, que, dentro da área, isolou. No lance seguinte, um milagre de Everson: após defender finalização de Thonny Anderson, o arqueiro santista foi cirúrgico ao defender, no rebote, uma bomba de Vitinho. Perto do final do primeiro tempo, Thonny Anderson cruzou e Braian Romero abriu o placar.

A segunda etapa começou com oportunidades para as duas partes. Logo no começo, Marinho acionou Sasha, que teve finalização travada. O Athletico tentou responder com Vitinho, mas, no ato da finalização, Lucas Veríssimo operou o corte. Aos 8 minutos, o goleiro do Athletico fez milagre após cabeceio de Gustavo Henrique, e após a partida ficar concentrada no meio de campo por alguns minutos, aos 32 minutos Léo novamente apareceu para fazer grande defesa. Aos 34 minutos, o goleiro do Athletico novamente fez intervenção decisiva, parando cabeçada perigosa de Uribe.

Quando o jogo caminhava para um desfecho negativo, Marinho sofreu falta na área e a arbitragem flagrou, através do VAR, a penalidade máxima. Carlos Sánchez, com frieza e precisão, converteu em uma bela cavadinha.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »