26/08/2019 às 10h48min - Atualizada em 26/08/2019 às 10h48min

Eleudis Valentim não passa por americana e despede-se do Mundial de Tóquio na primeira rodada

Brasileira teve caminha interrompida por Angelica Delgado que conseguiu um waza-ari no golden score

CBJ
Foto: Roberto Castro / Rededoesporte.gov.br
A meio-leve Eleudis Valentim foi uma das três representantes do Brasil no segundo dia do Campeonato Mundial de Judô nesta segunda, mas não avançou na chave. Em sua primeira luta, encarou a americana Angelica Delgado, que passou pela brasileira com um waza-ari no golden score. 

Eleudis, contudo, começou melhor na luta, forçando uma punição à Delgado por "pegada de pistola". 

A adversária passou a impor maior volume de ataques e fez a brasileira ser punida duas vezes por falta de combatividade e postura defensiva. 

Sem pontuações, o combate foi para o tempo extra, onde qualquer ponto define a vitória. Em um descuido, Eleudis acabou sendo projetada e a americana marcou o waza-ari para seguir na competição numa chave que teria pela frente Ana Perez Box (Espanha), Joana Ramos (Portugal) e Kachakorn Warasiha (Thailandia) para chegar à semifinal. 

"A minha estratégia era lutar solta e feliz, porque sempre que luto assim consigo bons resultados. Mas, quando vi a chave, vi que dava para chegar mais longe nesse Mundial e acho que isso me colcou um pouquinho de carga", analisou Eleudis ao sair do tatami. "Fui para o golden score com uma punição na frente. Nesse momento, ou vocês espera para entrar na hora certa ou arrisca. Eu esperei para entrar, mas não consegui essa abertura para encaixar o golpe o perfeito, no caso, o ippon que eu estava buscando."

Essa foi a segunda participação de Eleudis Valentim em um Campeonato Mundial. A primeira foi em 2013, no Mundial do Rio, onde ela fez dobradinha com Érika Miranda no meio-leve. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »