20/08/2019 às 10h06min - Atualizada em 20/08/2019 às 10h06min

Seleção recebe homenagens em almoço de confraternização promovido pela prefeitura de Hamamatsu

Atletas interagiram com alunos de escola brasileira e assistiram à apresenatções de danças típicas japonesas

CBJ
Foto: Roberto Castro/ rededoesporte.gov.br
O ambiente de concentração e treinos da delegação brasileira que se prepara para o Mundial em Hamamatsu ganhou um momento de descontração nesta terça-feira, 20. Em almoço de confraternização promovido pela prefeitura local, atletas e comissão técnica receberam homenagens e interagiram com alunos de uma escola brasileira de Hamamatsu, além de assistirem à apresentações de danças típicas japonesas. 

O subprefeito do distrito de Nichi, Hidetaro Honma, e o cônsul geral do Brasil em Hamamatsu, Ernesto Rubarth, deram as boas vindas aos judocas e ressaltaram a forma acolhedora pela qual os brasileiros foram recebidos na cidade japonesa. 

"Vou dar, mais uma vez, as boas vindas, mas acho que vocês já são de casa. E, mais uma vez, posso ver que têm sido bem tratados. Com a assinatura do contrato com o Comitê Olímpico do Brasil oficializamos, recentemente, essa parceria. E, como sempre, o consulado estará de portas abertas", afirmou Rubarth. 

Em seguida, o presidenta da CBJ, Silvio Acácio Borges, destacou a importância da parceria com Hamamatsu na preparação do Judô brasileiro, tanto para 2019, quanto para 2020, e o reforço da torcida local.  

"Essa parceria nos deixa muito feliz, mas também aumenta nossa responsabilidade no que viemos para fazer aqui. Mais do que a torcida de todos os brasileiros, nós temos hoje os irmãos de Hamamatsu com quem gostaríamos, sim, de dividir o sucesso dessa empreitada, não apenas desse Mundial, como também no ano que vem nos Jogos Olímpicos", pontuou o presidente da CBJ. 

Carinho dos alunos da escola Mundo de Alegria motiva atletas

Assim como nas outras vezes que vieram à Hamamatsu, os atletas brasileiros tiveram contato com a comunidade brasileira que vive na cidade. Cerca de dez mil cidadãos naturais do Brasil estão entre os 800 mil habitantes de Hamamatsu naquela que é a maior colônia brasileira no Japão. 

Durante o almoço, alunos da escola brasileira Mundo de Alegria fizeram uma apresentação de dança para os atletas que, em troca, responderam à perguntas das crianças e adolescentes sobre a realidade dos atletas. Mayra Aguiar, David Moura, Rafaela Silva e Rafael Silva foram os porta-vozes dos judocas no papo com as crianças.

"A gente fica muito feliz de estar mais próximo da comunidade brasileira aqui em Hamamatsu. É sempre um prazer receber vocês", agradeceu Rafael Silva antes de responder uma das perguntas dos alunos. 

Por fim, eles entregaram ao gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson Pereura, um cartão com mensagens positivas na torcida pelos judocas brasileiros no Mundial. 

"Em nome dos atletas, agradeço todos vocês, ao consulado, à prefeitura, aos atletas que treinam com a gente. Obrigada pela oportunidade. Acho que, dessa maneira, conseguiremos nos preparar da melhor forma possível para o Mundial e Jogos Olímpicos", finalizou a campeã olímpica Rafaela Silva.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »