16/08/2019 às 10h45min - Atualizada em 16/08/2019 às 10h45min

Prefeitura contrata estudos de viabilidade para Parque Tecnológico

David Prates, especial para o AtaNews
Foto: Divulgação
Na manhã de quinta-feira (15), o prefeito Dilador Borges assinou ordem de serviço para inicio dos estudos de viabilidade econômica e financeira, elaboração de plano de negócios e do plano de comunicação e marketing para o Parque Tecnológico de Araçatuba.

A Prefeitura de Araçatuba tem a intenção de implantar o Parque Tecnológico nas instalações do antigo Núcleo de Produção de Sementes de Araçatuba (Sementeira), localizado na rua Regente Feijó, nº 10, bairro São Joaquim, que tem área de 6.563 m².  

A empresa contratada é a Geo Brasilis  Consultoria, Planejamento, Meio Ambiente e Geoprocessamento LTDA, de São Paulo/SP, vencedora de processo licitatório em 2018. O contrato é de 12 meses, mas o prazo de execução do serviço é de 7 meses a partir da emissão da ordem de serviço.

O documento também foi assinado pelo representante e diretor da Geo Brasilis, José Roberto dos Santos, na presença da vice-prefeita Edna Flor, secretários municipais de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho (SMDERT), de Desenvolvimento Agroindustrial (SMDA) e de Turismo (SMT), Marcelo Astolphi Mazzei, e de Administração (SMA), Arnaldo Morandi, dos assessores executivos Arnaldo Vieira Filho (SMDA) e Celso Gatto (SMDERT) e do diretor Flavio Lamônica (SMDERT).

Segundo Mazzei, os trabalhos irão resultar em projeto arquitetônico e de viabilidade para a instalação do Centro de Tecnologia e Inovação de Araçatuba, que englobará a INOVATA (Incubadora de empresas de base tecnológica de Araçatuba) ; programas e políticas públicas de fomento às atividades de tecnologia e inovação; indicação e ordenamento das linhas de financiamento disponíveis para as atividades; e a consolidação da incubadora tecnológica (INOVATA). 

“Além disso, por meio do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Araçatuba, promoveremos amplo envolvimento e engajamento entre empresas e instituições de ensino e pesquisas, estabelecidas em Araçatuba e região, na área da tecnologia e inovação, em prol do crescimento desse importante segmento econômico”, detalha o secretário.

Dilador Borges aposta na aceleração do desenvolvimento econômico e social do município. “Com o capital humano existente, associado com a dinâmica empreendedora de nossas empresas, o Parque Tecnológico é mais um caminho para consolidar e ampliar a capacidade das empresas e instituições de ensino e pesquisa, de Araçatuba e região, na geração de novos postos de trabalho, renda, negócios e produtos na área da tecnologia e inovação, de tal forma que Araçatuba seja referência Estadual e Nacional nesse segmento”, considerou o prefeito.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »