27/02/2018 às 10h49min - Atualizada em 27/02/2018 às 10h49min

Remédio inédito para esclerose múltipla é aprovado pela Anvisa

Droga inibe as inflamações e reduz as chances de surto, retardando a evolução da doença.

Portal Brasil
Foto: Imagem Ilustrativa

Os pacientes com esclerose múltipla têm uma boa notícia para comemorar. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso do Ocrevus (ocrelizumabe), droga inédita no País, para o tratamento da doença. 

A substância ativa ocrelizumabe é um anticorpo que se liga a linfócitos B específicos, que são um tipo de células brancas do sangue e que desempenham um papel na esclerose múltipla. O ocrelizumabe identifica e elimina células linfócitos B específicos. Isso reduz a inflamação e também reduz a probabilidade de surtos e atrasa a progressão da doença.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »