02/07/2019 às 12h04min - Atualizada em 02/07/2019 às 12h04min

Cabral diz em depoimento que intermediou propina para Lindbergh Farias

E agora, PT?

MBL NEWS
O ex-governador do Rio de Janerio Sergio Cabral, já condenado a quase 200 anos de prisão, disse, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, que intermediou propina para o ex-senador do PT Lindbergh Farias.

O depoimento foi dado em um inquérito que investiga propina do empresário Arthur Soares, do setor de serviços. Cabral confessou que recebia mesadas entre R$ 200 mil e R$ 300 mil nos dois primeiros anos de seu mandato como governador.

No entanto, nos anos seguintes Cabral relata que houve instabilidade nos pagamentos devido a dificuldades dos pagamentos do estado, então pediu ao empresário que ajudasse nas campanhas de Eduardo Cabral e Lindbergh Farias.

Segundo Cabral, Lindbergh Farias recebeu entre R$ 5 milhões e R$ 6 milhões na campanha de 2010 para senador.

Posteriormente o empresário teria sido beneficiado por contratos na área da saúde na gestão de Paes na prefeitura do Rio de Janeiro.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »