13/06/2019 às 14h21min - Atualizada em 13/06/2019 às 14h21min

Ferrari opta por não recorrer da penalidade de Vettel

Ferrari opta por não recorrer da penalidade de Vettel; estratégia da equipe deve ser a ‘revisão’ do incidente

Por Gabriel Gavinelli
F1 Mania
Foto: Miguel Medina/ AFP Photo
A Ferrari decidiu não recorrer da penalidade de cinco segundo que custou a vitória de Sebastian Vettel no Grande Prêmio do Canadá, e que causou grandes debates em torno da decisão dos comissários.

Vettel recebeu a bandeira quadriculada na P1, mas foi penalizado em cinco segundos por voltar perigosamente à pista, depois de um erro do alemão na curva 3 voltando na saída na curva 4, dando a vitória ao rival da Mercedes, Lewis Hamilton.

Veja a análise do incidente abaixo:

 

A Ferrari imediatamente avisou que iria recorrer da decisão, mas nesta quinta-feira (13) eles informaram a FIA que iriam retirar já que ainda estão “trabalhando na coleta de provas” sobre o incidente.

A Scuderia não divulgou nenhum comunicado oficial até o momento, com a BBC informando que “acredita-se que a Ferrari esteja considerando desafiar a penalidade de uma maneira diferente – usando seu direito de revisão.”

O Artigo 14.1.1 do Regulamento Internacional Esportivo da FIA declara que: “se for descoberto um novo elemento relevante que não estivesse disponível para as partes que solicitam a revisão no momento da competição em questão, se os comissários já deram ou não uma decisão ou na sua falta, aqueles designados pela FIA, devem reunir-se (pessoalmente ou por outros meios) em uma data acordada entre si, convocando a parte ou partes interessadas para ouvir as explicações relevantes e a julgar à luz do fatos e elementos trazidos diante deles”.

Se optar pelo seu direito de revisão, terá 14 dias a contar do resultado final do Grande Prêmio do Canadá, que coincidirá com o Grande Prêmio da França.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »