06/06/2019 às 14h49min - Atualizada em 06/06/2019 às 14h49min

Funcionários da Unicamp entram em greve por reajuste salarial

Agência Brasil
Foto: Divulgação
Os funcionários técnico-administrativo da Unicamp iniciaram, na manhã de hoje (6), uma greve para reivindicar a abertura de negociações salariais com a reitoria. Os trabalhadores reivindicam aumento salarial de 8% e um plano de recomposição estimado em 15,9% para contemplar perdas desde maio de 2015, porém o Conselho Universitário (Consu) fixou o reajuste em 2,2% e encerrou as negociações, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp (STU).

Segundo o coordenador-geral do STU, José Luis Pio Romera, a mobilização começou com um ato em frente à reitoria em Campinas. Ainda não há balanço da adesão. Amanhã (7) deve ocorrer uma nova assembleia para definir o encaminhamento da greve.

“O Fórum das Seis, que congrega os sindicatos da Unicamp, USP e Unesp está pedindo nova reunião de negociação. No próximo dia 12, haverá um ato conjunto dessas três universidades, para pedir a reabertura de negociação. A greve continua até a Unicamp retomar as negociações”, disse Romera.

Resultado de imagem para Funcionários da Unicamp entram em greve por reajuste salarial

Resultado de imagem para Funcionários da Unicamp entram em greve por reajuste salarial



Unicamp
Por meio de nota, a Unicamp informou que, “em consonância com a Constituição Federal, reconhece o direito de greve aos servidores públicos, desde que exercida nos termos e nos limites da lei e que fará todos os esforços necessários para garantir a prestação dos serviços essenciais ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, de acordo com o que consta nos Artigos 11 e 12 da Lei da Greve”.

“Ressalte-se que atos de persuasão não poderão impedir o acesso ao trabalho, nem causar ameaça ou dano ao patrimônio público e às pessoas. Por fim, é oportuno lembrar que o Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp) se comprometeu em reunir novamente com o Fórum das Seis, na segunda quinzena de outubro, caso a arrecadação do ICMS, ao final de setembro, atinja R$ 80 bilhões para uma arrecadação projetada ao ano de R$ 108,2 bilhões”, diz a nota da Unicamp.

Segundo a Unicamp, todas as unidades de ensino e pesquisa e área da saúde funcionam normalmente.

Resultado de imagem para Funcionários da Unicamp entram em greve por reajuste salarial

Resultado de imagem para Funcionários da Unicamp entram em greve por reajuste salarial


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »