23/05/2019 às 16h44min - Atualizada em 23/05/2019 às 16h44min

Observatório social é tema da Tribuna Livre

Assessoria de Imprensa da Câmara
Foto: Angelo Cardoso
As atividades desenvolvidas pelo Observatório Social, recém-instalado em Araçatuba, foram tema da Tribuna Livre, durante a 17ª sessão ordinária, realizada na última segunda-feira (20/5). O presidente da organização, Walter Ávila de Aguiar, usou a tribuna a pedido da Uecar (União das Entidades de Classe de Araçatuba e Região).

Criado há dez anos pelo empresário Ney Ribas, o Observatório Social está presente em 150 municípios do país. A organização tem como objetivo acompanhar as contas públicas dos poderes Executivo e Legislativo. O observatório não pode receber doações de dinheiro público e a pessoa interessada a fazer parte da organização não pode ser filiada a partido político. A organização se mantém por meio de doações.

“Nós funcionamos como uma grande auditoria para ajudar a administração. Qualquer pessoa da sociedade pode fazer parte do observatório. Pode ser um funcionário público, um empresário, um professor, um estudante. O trabalho é voluntário. São 150 observatórios que já economizaram R$ 4 bilhões de reais para os cofres públicos apenas no item licitação”, ressaltou Aguiar.

O observatório atua em quatro eixos – gestão pública, educação fiscal, ambiente de negócios e portal da transparência. “Nós somos a representação da população cuidando da aplicação de seu dinheiro. Existe um estudo mostrando que se os itens básicos fossem comprados aqui na própria cidade haveria a injeção local de recursos de R$ 175 milhões. O TCU e a OAB são algumas das entidades que nos apoiam”, disse o representante do Observatório.

O Observatório Social em Araçatuba está localizado na rua Aguapeí, nº 40.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »