10/05/2019 às 10h22min - Atualizada em 10/05/2019 às 10h22min

Polícia prende quadrilha que usava drones jogar celulares em prisões

Tecmundo
Foto: Divulgação
A Polícia Civil de São Paulo desmontou uma quadrilha que usava drones para soltar drogas e celulares dentro de presídios. Foram presas 21 pessoas na última quarta-feira (08), a partir de mandados de prisão na capital de São Paulo, em Guarulhos, Franco da Rocha, Lavínia, Marília, Martinópolis, Pacaembu e Potim.

Segundo a polícia afirma que os drones era a garantia da comunicação entre membros da facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios. Para receber as drogas e os celulares, os presos pegam os pacotes que eram lançados durante o banho de sol.

O trabalho da polícia, batizado como Operação Voo de Ícaro, teve o apoio de 150 policiais civis que cumpriram 13 mandados de busca e apreensão, além de 20 mandados de prisão. Foram cinco meses de investigação para também descobrir que o grupo usava dados de outras pessoas para abrir contas em bancos — e toda a movimentação financeira era comandada por uma mulher que trabalhava em uma escola particular de São Paulo.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »