07/05/2019 às 12h59min - Atualizada em 07/05/2019 às 12h59min

Governo cede à pressão e assina cota para filmes nacionais

Brasil, o país dos privilégios.

MBL NEWS
Foto:Cinemark/Reprodução
O ministro da Cidadania, Osmar Terra, assinou  uma cota de tela que obriga os cinemas brasileiros a exibirem uma porcentagem de filmes nacionais todo ano.

A decisão vem após pressão de protecionistas, defensores de um nacionalismo deturpado e a histeria de alguns cineastas brasileiros com o sucesso do filme “Vingadores: Ultimato”

“Vingadores: Ultimato” já é a segunda maior bilheteria da história do cinema e deve assumir o primeiro lugar em breve. Em virtude deste sucesso, o filme “De Pernas pro Ar 3” acabou sendo retirado de cartaz em diversos cinemas, o que fez a protagonista Ingrid Guimarães reclamar por privilégios.
A assessoria do ministro confirmou a assinatura da cota, mas os valores da cota ainda não foram informados; a regra deve ser publicada no Diário Oficial da União ainda nesta semana.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »