18/02/2019 às 16h05min - Atualizada em 18/02/2019 às 16h05min

Viajando com as crianças em segurança

Vai pegar a estrada com seus filhos? Vale se planejar e tomar alguns cuidados especiais para se precaver de problemas que possam atrapalhar a viagem da família

Unimed
Foto: Arquivo
Seja para o passeio de apenas um dia, para aproveitar o fim de semana ou até para ir mais longe e curtir um período maior de descanso com a família, alguns cuidados focados na segurança das crianças e adolescentes são essenciais para que a viagem seja marcada apenas por bons acontecimentos.

Além dos cuidados básicos que se deve ter com o carro, como verificar o estado e a calibragem dos pneus e conferir água e óleo ou até levar o automóvel na oficina para uma revisão, são necessárias outras providências antes de pegar a estrada com as crianças.

Especialistas indicam que a primeira iniciativa a ser tomada é verificar a acomodação adequada para as crianças, que pode ser desde o bebê conforto, a cadeirinha ou apenas o assento de elevação. Estudos indicam que, quando instalados e usados corretamente, esses dispositivos diminuem o risco de óbito em até 71% em caso de acidentes.

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, todas as crianças até os 7 anos e meio devem, obrigatoriamente, ser transportadas usando um desses equipamentos. Veja as indicações para cada fase:



Bebê conforto: 
indicado para crianças de até 1 ano e com peso de até 10 quilos

Cadeirinha:
indicada para crianças de 1 a 4 anos, com todas as partes do acessório

Assento de elevação:
necessário para crianças com idades entre 4 e 7 anos e meio

Já entre os 7 e meio e 10 anos, a obrigatoriedade é de cinto de segurança no banco traseiro, e somente após os 10 anos é que a criança pode ser transportada no banco da frente, mas nunca sem o cinto de segurança. No caso de adolescentes, eles devem ser lembrados que, mesmo se quiserem dormir no banco de trás, não devem ficar sem o cinto de segurança.

Outro lembrete importante em relação a esses equipamentos remete ao momento da compra. Antes de levar para casa o item que irá transportar o filho, é fundamental verificar se ele tem o selo de segurança do Inmetro ou a certificação americana ou europeia.
 
Os cuidados começam em casa

Existem outros cuidados que são elementares para que a viagem com os filhos seja tranquila. Antes mesmo de sair de casa, é indicado que os pais se certifiquem de que estão levando o celular carregado e também o carregador, para que possam fazer contatos diante de qualquer necessidade, como por exemplo, ligar para o pediatra para pedir orientação em relação a um inchaço incomum ou uma crise alérgica. Confira outras dicas para prevenir problemas na viagem em família:



- Escolha os horários de menor trânsito e menos calor

- Sempre com orientação médica, prepare um kit com medicações que podem ser essenciais, como antitérmico, antialérgico, antiemético (contra enjoos), pomadas para picadas, curativos e também protetor solar e repelente. Se a criança utilizar medicação de uso contínuo, não se esqueça de levar.



- Leve alimentos leves, como frutas e biscoito de polvilho industrializado, e água. De preferência, armazene-os em bolsa térmica com pedras de gelo ou em locais do carro em que não bata sol, para melhor conservação.

- Se o trajeto for longo, programe paradas para breve descanso e aproveite para levar a criança ao banheiro, sempre observando as condições de higiene. Evite dar a ela alimentos gordurosos. Dê preferência aos que são trazidos de casa.​




- Cuidado com a segurança de crianças e adolescentes nas paradas é essencial. É sempre recomendado acompanhá-las ao banheiro e não deixá-las sozinhas em locais de grande movimento, ou ainda sem supervisão se for preciso atravessar a rua entre o estacionamento e a entrada do estabelecimento, por exemplo.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »