07/02/2019 às 12h45min - Atualizada em 07/02/2019 às 12h45min

Petrobrás estuda cortar gastos milionários com patrocínios culturais e publicidade

Governo estuda cortar gastos com propaganda em diversas áreas.

O presidente Jair Bolsonaro já havia prometido ainda durante a campanha eleitoral que o futuro governo seria duro na redução de gastos com publicidade e propaganda e os estudos para viabilizar esses cortes chegaram recentemente à Petrobrás.

Segundo informações obtidas pelo Estadão/Broadcast, a estatal agora sob o comando do economista e ex-conselheiro da empresa, Roberto Castello Branco, já avalia romper os contratos firmados nos governos anteriores, principalmente com grandes grupos de teatro e cinema e com a imprensa.

Em 2018, as áreas de cultura e imprensa consumiram aproximadamente R$ 160 milhões através da estatal. Com patrocínios culturais a estimativa é de que tenha sido gasto R$ 38 milhões e com publicidade um total de R$ 120 milhões.

Segundo a assessoria de imprensa da Petrobrás, a empresa alegou que “está revisando sua política de patrocínios e seu planejamento de publicidade”. “Os contratos atualmente em vigor estão com seus desembolsos em dia”, afirmou a assessoria.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »