01/01/2019 às 17h59min - Atualizada em 01/01/2019 às 17h59min

Salmourão fica sem energia após uma maritaca provocar curto circuito em transformador

Ave se enroscou na estrutura de sustentação de um equipamento, provocando fechamento de curto e apagão generalizado

Lucas Reis, especial para o AtaNews
Ave se enroscou na estrutura de sustentação de um equipamento, provocando fechamento de curto e apagão generalizado (Foto: Lucas Reis)
A cidade de Salmourão ficou mais uma vez sem energia pelo período de 40 minutos durante a noite do último sábado (29), quando por volta das 0h00, uma maritaca pousou nas travessas de um transformador da concessionária de energia elétrica que fica localizado na Rua Professor Roberto Hottinger, em frente a EMEFI Stela Boer Maioli.

A ave ficou em contato simultâneo com a rede de alta voltagem (11.000 volts) e o aterramento da rede, causando um curto circuito, que fez com que o sistema de proteção aos equipamentos elétricos desligasse o abastecimento de forma generalizada. Com o tempo de aproximadamente 15 minutos, uma equipe da Energisa compareceu ao local e identificou o problema, que pôde ser sanado por volta das 00h40.


Um dos técnicos da Energisa que compareceu ao local conversou com nossa reportagem e explicou que nesses casos o desligamento faz-se necessário para a proteção da rede e de todos os sistemas ligados a ela. O profissional explica ainda que em casos semelhantes a esse, quando os consumidores perceberem algo anormal na rede como explosões, faíscas, ou estrondos e até mesmo fogo, o fato deve ser informado à concessionária imediatamente através do telefone 0800 70 10 326.


Com a equipe ciente deste tipo de informação, o atendimento é realizado com maior rapidez e segurança, fazendo com que o fornecimento de energia seja reestabelecido de forma mais breve, amenizando também problemas secundários ocasionados pela falta de energia, como é o caso do abastecimento de água e a conservação caseira de alimentos que necessitam de refrigeração.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »