21/12/2018 às 14h14min - Atualizada em 22/12/2018 às 23h00min

Informe – Canil Municipal de Buritama

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
O Governo do Municipal de Buritama informa a comunidade acerca de atribuições que devem ser observadas quanto ao registro de animais e recolhimento para o canil municipal. Foi criado para servir de acolhimento a cães abandonados em péssimas condições nas ruas da cidade.

ABRIGO TEMPORÁRIO

Ao contrário da denominação popular, o canil municipal não é um espaço destinado a recolher indiscriminadamente animais abandonados. O espaço serve de local de tratamento e posterior encaminhamento para adoção em até a 30 dias. Tendo em vista o grande número de animais que estão sendo deixados nas ruas, o Governo do Município embasado em legislação federal, informa que é PROIBIDO soltar ou abandonar cães em vias e logradouros públicos e privados, ficando o infrator sujeito a multa.

Essa prática, além de ser considerada crime, acarreta em dificuldades no acolhimento e tratamentos dos animais, uma vez que o propósito do canil municipal é especificamente para abrigar animais sem dono e em condições degradantes para posterior adoção. No entanto, de acordo com a legislação, todo proprietário ou detentor de cães poderá, de sua iniciativa, providenciar o seu registro junto ao Centro de Zoonose.

CONSCIENTIZAÇÃO

O Governo do Município solicita a população, e principalmente, aos proprietários de animais, a conscientização quanto aos cuidados, uma vez que o canil municipal não será local de “descarte” de animais quando estes não forem mais de interesse do dono.

A obrigação de cuidados com os animais deve sempre partir da própria população, tendo em vista que a responsabilidade é de cada um em evitar o abandono e maus tratos com os animais. Assim, o canil municipal atende o princípio de servir para abrigar TEMPORARIAMENTE os cães sem donos para abrigo, tratamento e adoção. Prática que deve ser estimulada na comunidade como forma de proporcionar o tratamento adequado para os animais.

CUIDADOS

O Centro de Zoonose e a Casa da Agricultura informa que os procedimentos de cuidados com os animais recolhidos são realizados diariamente no canil. A alimentação por meio de ração é realizada três vezes ao dia, assim como a limpeza de fezes e a observação constante dos animais através de um servidor municipal responsável pelo local. Da mesma forma, o médico-veterinário da zoonose inspeciona periodicamente, um a um, cada animal abrigado no canil, avaliando as suas condições e aplicando, quando necessário, a medicação ideal para o bem estar do animal, assim como vermífugos.

UM ATO DE CIDADANIA

Estas medidas, no entanto, de nada valerão se a própria comunidade não auxiliar no trabalho de cuidado com os animais. O Governo do Município, neste intuito, solicita aos donos de cães para evitar o abandono de filhotes nas ruas ou nas zonas rurais. Além de um ato de cidadania, a responsabilidade de cuidar do “melhor amigo do homem” é de todos nós. Colabore!
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »