21/12/2018 às 10h20min - Atualizada em 21/12/2018 às 10h20min

Ritinha Prates e APAE recebem veículos adaptados para o transporte de pessoas com deficiência

Araçatuba foi o único município do estado contemplado com dois furgões adaptados

Assessoria de Imprensa
Autoridades e Representantes do Rtitinha Prates e da APAE posam em frente a um dos veículos adaptados. ( Foto: Divulgação)
Dois Centros Especializados em Reabilitação (CER) de Araçatuba (SP) receberam hoje do Ministério da Saúde veículos adaptados para o transporte de pessoas com deficiência (PCDs). Um dos furgões Renault Master foi entregue à Associação de Amparo ao Excepcional Ritinha Prates e o outro, à APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais).
 
Os veículos são adaptados com plataforma elevatória veicular, para o embarque e desembarque de usuários cadeirantes. Também contam com sistemas de segurança para fixação da cadeira de rodas, cintos de segurança, além de protetores de cabeça para cada cadeirante, possibilitando o transporte seguro de nove usuários, sendo três cadeirantes.
 
"Receber esse veículo foi um verdadeiro presente, já que precisávamos muito. O nosso CER tem uma equipe de profissionais qualificada e é reconhecido em toda região pelo serviço de excelência que presta. E um dos nossos maiores problemas é que muitos usuários faltavam às consultas por falta de transporte. Agora, com essa van adaptada, vamos conseguir facilitar a locomoção dessas pessoas", comentou Maria Aparecida Nascimento Xavier, presidente da Ritinha Prates.
 
O evento ocorreu em frente ao Paço Municipal e contou com a presença de representantes das entidades, prefeito Dilador Borges, da vice-prefeita Edna Flor, secretários e vereadores. O gestor municipal ressaltou que a entrega dos furgões só foi possível graças ao projeto apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde, assim como do empenho da administração municipal. "As duas entidades que agora receberem esses veículos são reconhecidas como centros de excelência, e por esse motivo Araçatuba foi a única das cidades contempladas pelo Ministério da Saúde que recebeu duas vans", disse o prefeito.
 
CER
 
Inaugurado oficialmente no dia 26/08/2015, o CER Ritinha Prates é um ponto de atenção ambulatorial especializada em atendimento especializado em reabilitação, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia assistiva, constituindo-se em referência para a rede de atenção à saúde no território. Todo o atendimento realizado no CER é realizado de forma articulada com os outros pontos de atenção da Rede de Atenção à Saúde, por meio de Projeto Terapêutico Singular, cuja construção envolverá a equipe, o usuário e sua família.
 
O equipamento da AAERP é direcionado ao atendimento de pessoas com deficiências auditiva, física e visual, de qualquer os sexos e idades encaminhadas pelos serviços de saúde da região de abrangência da DRS II. O objetivo é promover o estabelecimento e cumprimento das ações voltadas à qualidade de vida desse segmento, assegurando a igualdade de oportunidades às pessoas portadoras de deficiência. A garantia deverá resultar no provimento de condições e situações capazes de conferir qualidade de vida, com a plena observância do arcabouço legal específico, como é o caso do Decreto n.º 3.298/99 e a Política Nacional de Saúde da Pessoa Portadora de Deficiência.
 
Atualmente, as capacidades mínimas definidas para atendimento mensal do CER Ritinha Prates são as seguintes: 200 usuários ao mês para reabilitação física, 150 para visual e 150 para auditiva, com 34 protetizações auditivas.
 
A Entidade
 
Sem fins lucrativos, a Associação de Amparo do Excepcional Ritinha Prates existe há 40 anos. Atua na área da saúde e inclusão social, por meio do Hospital Neurológico Ritinha Prates (HNRP), com a prestação de serviços especializados a pessoas com deficiências neurológicas, auditiva, física e visual. O HNRP atende atualmente 60 usuários em regime de internação hospitalar (cuidados de longa permanência). A entidade também é a mantenedora do Centro Especializado em Reabilitação III – Ritinha Prates (CER III Ritinha Prates). Entre os seus valores está o tratamento humanizado, além do respeito a conceitos éticos, morais, ambientais e filantrópicos.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »