20/12/2018 às 11h58min - Atualizada em 20/12/2018 às 11h58min

Em “lua de mel” com a Honda, Red Bull já crê em conquista do Mundial de 2109

Equipe austríaca vive “lua de mel” com a Honda depois de 12 anos empurrado pelos motores Renault

Por Gabriel Gavinelli
F1 Mania
Foto: Mark Thompson/ AFP
Helmut Marko expressou a satisfação da Red Bull com o progresso inicial em sua parceria com a Honda, e que já acredita na conquista do Mundial de 2019 caso as coisas continuem caminhando no mesmo ritmo.

A equipe austríaca fará a mudança para os motores da Honda na temporada de 2019, tendo encerrado sua relação de 12 anos com a Renault.

A Red Bull vai se juntar à sua equipe júnior Toro Rosso no uso das unidades de potência da fabricante japonesa, depois de uma boa temporada em 2018, conseguida no primeiro ano de sua aliança.

Marko, conselheiro da Red Bull e chefe do seu programa de jovens pilotos, afirmou que já está pensando na conquista do Campeonato Mundial em 2019 como uma possibilidade real.

“Até agora, todas as promessas do lado técnico foram mantidas”, disse Marko à ‘Servus TV’. “Se isso continuar, teremos uma grande chance de disputar o título na próxima temporada.”

A Honda sofreu um retorno tempestuoso no esporte em 2015, quando a parceria com a McLaren fracassou em três anos com falhas de motores, problemas e potência e brigas entre as duas partes.

Marko foi inflexível que tais problemas não surgiriam para sua equipe. “Temos uma abordagem diferente da McLaren”, explicou ele. “É a primeira vez em 14 anos que temos o status de fábrica. Nós dissemos à Honda ‘Traga-nos o motor mais forte que você pode construir. Tudo o que você trouxer, vamos colocá-lo no carro ‘.

“Na McLaren, a abordagem foi diferente. “Estamos preparados para a Honda ter uma cultura diferente, mas eles têm o potencial e os recursos financeiros para ter sucesso na F1. Vamos ver como as coisas acontecerão.”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »