18/12/2018 às 09h21min - Atualizada em 18/12/2018 às 09h21min

Facebook é investigado por passar informações falsas sobre traficantes ao MPF

MBL News
Foto: Divulgação
A Rede Social Facebook, do Mark Zuckerberg, está sendo investigada por passar informações falsas ao Ministério Público Federal sobre um traficante de drogas.

Segundo nota do próprio MPF, o Facebook estava se recusando a colaborar com a Justiça e liberar mensagens do messenger de um traficante. A demora estava prejudicando as autoridades brasileiras a encontrarem mais envolvidos no caso.

Após ordem judicial obrigando a plataforma a quebrar o sigilo do traficante, o Facebook inicialmente informou que não havia mensagens recebidas ou enviadas pelo perfil. Mas o próprio MPF já havia constatado que o perfil havia trocado mensagens com outros 20 perfis mantidos na rede.

Confrontado com essa informação, o Facebook recuou e pediu para desconsiderarem o que havia dito, mas, até agora, não enviou ao MPF os dados solicitados.

O caso fez o MPF abrir um inquérito civil contra o próprio Facebook por descumprir ordens judiciais. Segundo o MPF, “a atitude da empresa mostra desrespeito aos Poderes da República Federativa do Brasil, bem como dificulta as investigações, colaborando com a impunidade de crimes de extrema gravidade que vêm alimentando o ciclo de insegurança pública”.

Curiosamente, o Facebook esteve envolvido em um caso de “informações falsas” este ano, quando excluiu – sem dar explicações – diversas páginas e perfis do MBL na plataforma, além de outras páginas e perfis pertencentes a outros grupos de direita no Brasil e nos Estados Unidos.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »