14/12/2018 às 14h04min - Atualizada em 14/12/2018 às 14h04min

Urgente: Justiça pede prisão de João de Deus

MBL News
Foto: Divulgação
O médium João de Deus, acusado por centenas de mulheres de abusá-las sexualmente, acaba de ter a prisão preventiva decretada.
 
Relatos reunidos pelo Ministério Público indicam que depois das sessões do médium, ele oferecia atendimento particular na casa das vítimas, onde cometia os abusos.

Mais de 330 denúncias foram coletadas pelo Ministério Público de Goiás.

João de Deus faz os atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, em Goiás. O pedido de prisão havia sido protocolado no Fórum da cidade na tarde desta quinta-feira, 13.

Para o Ministério Público, João de Deus em liberdade poderia coagir suas vítimas e manter os abusos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »