11/12/2018 às 10h51min - Atualizada em 11/12/2018 às 10h51min

Natal deve movimentar R$ 34,5 bi no comércio e empregar 76,5 mil temporários

Dados da CNC indicam que período vai gerar mais vendas que em 2017

Portal Brasil
No Sistema Nacional de Emprego (Sine) existem 31.996 vagas abertas em diferentes áreas - Foto: Andre Borges/Agência Brasília
O comércio deve movimentar R$ 34,5 bilhões no Natal e contratar 76,5 mil trabalhadores em regime temporário. A estimativa é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e, caso esse volume de vendas se confirme, a cifra será 2,8% maior que a registrada em igual período do ano passado.

Segundo o Ministério do Trabalho, apenas no Sistema Nacional de Emprego (Sine) existem 31.996 vagas abertas em diferentes áreas. Os ramos que mais devem empregar no período são os de vestuário e calçados (49,6 mil vagas), hiper e supermercados (14,1 mil) e lojas de artigos de uso pessoal e doméstico (8,9 mil). Os principais postos disponíveis são de vendedores (43%) e de operadores de caixa (11%).

A maioria das vendas também se concentra nesses segmentos. Em hiper e supermercados, elas devem alcançar R$ 12,3 bilhões; as lojas de vestuário ficam com R$ 8,3 bilhões e as de artigos de uso pessoal e doméstico com R$ 5,2 bilhões. Os três ramos juntos respondem por cerca de 75% das vendas natalinas.

“Naturalmente, com a melhora nas expectativas de vendas, a demanda por trabalhadores temporários no varejo deverá crescer”, afirmou Fábio Bentes, chefe da Divisão Econômica da CNC. O salário de admissão, de acordo com a entidade, deve alcançar R$ 1,2 mil. O maior rendimento será no ramo de artigos farmacêuticos, perfumarias e cosméticos, com R$ 1,47 mil.

Como funciona o trabalho temporário
O Ministério do Trabalho explica que o trabalho temporário não é a mesma coisa que trabalho informal ou jornada intermitente. Esse contrato atende a uma necessidade por um período específico. Nesse tipo de contrato há limite para a jornada de trabalho, remuneração compatível, repouso semanal remunerado e registro em carteira de trabalho, além de outros direitos.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »