07/12/2018 às 15h05min - Atualizada em 07/12/2018 às 15h05min

Caminhoneiro é detido pela polícia após atirar em cadela em SP

A cadela foi resgatada por policiais militares. Segundo a clínica veterinária que a atendeu, ela chegou ao local em estado estável.

ANDA - Agência de Notícias de Direitos Animais
Foto: Pixabay / Imagem Ilustrativa
Um caminhoneiro foi detido pela polícia na noite da última quarta-feira (5) por ter atirado contra uma cadela em São Paulo. Socorrida por policiais militares, a cadela foi levada a uma clínica veterinária particular após ser baleada em um terminal de carga na Avenida João Simão de Castro, na região da Vila Sabrina, próximo ao acesso à rodovia Fernão Dias.

Testemunhas relatam que o homem, incomodado com a presença de animais no local, estacionou o caminhão, sacou uma arma e disparou contra Pintada, como é chamada a cadela. Ao ser localizado por uma equipe do 5.º Batalhão da Polícia Militar, que havia sido acionada, o caminhoneiro confessou o crime. As informações são do portal Terra.

Os policiais encontraram a arma utilizada pelo motorista, uma pistola PT 51 modelo Taurus, na carroceria de outro caminhão. Detido por maus-tratos a animais e porte ilegal de armas, o homem foi levado pela Polícia Militar para o 73º Distrito Policial, no bairro do Jaçanã.

Resgate da cadela
Resgatada por policiais, a cadela recebeu atendimento veterinário. Segundo a clínica que a recebeu, Pintada chegou em condição estável ao local e não precisou de oxigênio. Até a última quinta-feira (6), ela permanecia internada.

Para arcar com os gastos do tratamento do animal, os policiais fizeram um rateio com recursos próprios.

“Tentamos localizar um hospital veterinário público 24 horas, mas não conseguimos. Por isso, decidimos fazer um rateio e custear o atendimento”, contou o soldado Ribeiro, um dos policiais militares envolvidos no resgate.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »