30/11/2018 às 14h42min - Atualizada em 30/11/2018 às 14h42min

Nova lei torna crime o ato de deixar animais pra fora de casa no inverno

As punições para os infratores podem chegar a 7 anos de prisão e multas de mais de 11 mil dólares (cerca de 50 mil reais)

Portal Brasil
Animais deixados para fora de casa no inverno, sofrem e pode até morrer e função das baixas temperaturas | Foto: Divulgação
Por mais óbvia que pareça essa simples atitude de proteção e cuidado com os animais, infelizmente há alguns tutores que ainda são capazes de deixar seus companheiros domésticos para fora de casa no frio. Isso é anda mais danoso para eles considerando as temperaturas frias batendo recordes no inverno americano. Agentes do poder público têm lembrado, in loco, os tutores para manter os animais onde está quente, ou seja, dentro de casa. Com a nova lei, contudo, os animais estarão melhor protegidos contra esse tipo de descaso.

A lei 1238 da Pensilvânia (EUA) , mais conhecida como Lei Libre, protege os animais domésticos contra crueldade, abuso e negligência. Incluso nessa lei se encontra o ato deixar os animais domésticos expostos às duras condições do inverno. Tais ações podem resultar em acusações por crime e multas. De acordo com a lei, se as temperaturas caírem abaixo de 0°C, os cães não poderão ficar amarrados do lado de fora de casa por mais de 30 minutos. Infelizmente ainda há algumas exceções à lei, incluindo a utilização (exploração) dos cães para caça ou por esporte.

Quem infringir a lei pode encarar acusações de tortura intencional, negligência ou abuso animal ao ponto de dano severo ou morte. A punição pode chegar a 7 anos de prisão e multa de 11 mil dólares (cerca de 50 mil reais). Essas leis buscam intimidar e coibir atitudes de maus-tratos de tutores contra animais domésticos.

Qualquer pessoa que presenciar maus-tratos à animais deve fazer uma denúncia às autoridades competentes imediatamente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »