30/11/2018 às 10h29min - Atualizada em 30/11/2018 às 10h29min

Prefeitura entrega kits de TV digital a entidades assistenciais

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Na última quinta-feira (29), entidades assistenciais e filantrópicas de Araçatuba receberam kits conversores de televisores analógicos para o sinal digital, entregues pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).

Pela manhã, na sede da SMAS, foram um total de 16 kits, compostos de uma antena, um conversor e controle remoto, entregues a sete entidades vinculadas à SMAS: Apae – Associação dos Amigos dos Excepcionais de Araçatuba (4), Lar Espírita Caminho de Nazaré (2), AMA – Associação dos Amigos do Autista (1), Lar São João – Comunidade Luso Brasileira (2), Acrepom – Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis (2), Lar da Velhice (4) e Arca – Associação de Reinserção Social de Crianças e Adolescentes (1). Além dos profissionais da secretaria municipal e dos representantes das entidades, participaram da entregas a vice-prefeita Edna Flor e o presidente do Comas – Conselho Municipal de Assistência Social, Thiago Mendes.

Segundo Maria Cristina Domingues, secretária da SMAS , as entidades e serviços de assistência social podiam requerer esse equipamento através da secretaria municipal. Foi feito levantamento de quais delas precisariam do equipamento, o material foi solicitado junto à empresa Seja Digital. “O documento para retirada chegou, fomos buscar em Mirassol e hoje já estavam disponíveis para entrega às entidades. Ninguém vai ficar sem ver televisão e nem vai precisar se desfazer daquelas que ainda são de tubo”.

Além das entidades assistenciais vinculadas ao município, a SMAS também entregou, à tarde, 10 kits digitais à Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba. “Embora a Santa Casa seja uma entidade privada, ela faz um importantíssimo trabalho de filantropia no município e a aquisição de um às vezes não pesa, mas 10 televisores novos causam grande diferença, um impacto muito grande na economia da Santa Casa. A nossa ação, mesmo muito simples, é o que vai dar a oportunidade para que esses televisores não fiquem sem uso”, explica a secretária.

A vice-prefeita Edna Flor valorizou o trabalho das entidades e o gesto da SMAS. “Aparentemente é algo simples, mas o gesto fala por si: mais importante que o conversor de sinal digital é a lembrança de que as entidades fazem parte do nosso dia-a-dia, da nossa preocupação e atenção. Quando houve essa possibilidade de inclusão das entidades, fomos atrás porque sabemos que a TV, nas entidades, não é apenas um objeto de entretenimento, mas faz parte de trabalhos desempenhados na área psicossocial, para aguardar atendimentos, é um complemento do atendimento e faz parte de contextos. Sem o trabalho de vocês na área social, a administração não tem condições de chegar até as pessoas. O poder público é muito grato e brigaremos para que nossas entidades sempre sejam lembradas e fortalecidas”, finalizou.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »