30/11/2018 às 08h36min - Atualizada em 30/11/2018 às 08h36min

Prefeito de Araçatuba mostra avanços da concessão de saneamento no Encontro Nacional de PPPs

Exemplo da cidade do interior paulista é um dos destaques da programação

Assessoria de Imprensa, SAMAR
Na foto, Paulo Roberto de Oliveira (ABCON), o Prefeito de Araçatuba Dilador Borges, Édson Carlos (Instituto Trata Brasil) e Alexandre Lopes (SINDCON). ( Foto: Divulgação)
 
O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, e o Presidente da Samar, Paulo Roberto de Oliveira, participaram hoje do 2º Encontro Nacional de PPPs Municipais, que aconteceu nos dias 28 e 29 de novembro, no Wish Hotel, em Salvador (BA).
 
O painel Saneamento em Números: avanços, desafios e benefícios aos municípios, abordou os números do saneamento e seus desafios. O presidente do Instituto Trata Brasil, Édson Carlos, que acompanha a realidade do setor em todas as regiões do país trouxe: “Somente 42% dos esgotos gerados são tratados, o que explica o grande impacto negativo do saneamento na saúde, com a permanência de diarreias e verminoses entre as doenças que mais afetam a população brasileira”, explica ele.
 
Segundo dados do SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, o índice de tratamento de esgoto no Nordeste é ainda menor do que a média nacional – apenas 36,2% dos resíduos são tratados.
 
O vice-presidente da ABCON, Alexandre Lopes, participou do encontro para apresentar aos prefeitos alternativas de parceria com a iniciativa privada, como concessões e PPPs, que aceleram os investimentos em saneamento.
 
Completando a programação, o evento contou com a ilustre presença do prefeito Dilador Borges, de Araçatuba, e pelo diretor presidente da Samar e da GS Inima Brasil, acionista da unidade no município, que falaram sobre o caso bem-sucedido da concessão privada de saneamento naquele município.
 
Neste mês, a concessão local comemorou seis anos de atividade em Araçatuba. Recentemente, a operação concluiu investimentos de R$ 33 milhões para beneficiar uma população de 60 mil pessoas e tratar o esgoto produzido pelas indústrias na região. A cidade possui 100 % de abastecimento de água, 100% de coleta e tratamento de esgoto.
 
No nordeste a GS Inima Brasil possui a Sanama, empresa responsável pelo tratamento de esgoto e gestão comercial da Alta Maceió, atualmente a unidade está realizando a implantação das redes coletoras de esgoto e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto que atendera uma população inicial de aproximadamente 250 mil pessoas.
 
 
O painel sobre saneamento no 2º Encontro de PPPs foi promovido pela ABCON (Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto).
 
Mais informações sobre a programação em:
http://www.totemeventos.com.br/2encontrogestores.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »