13/11/2018 às 14h19min - Atualizada em 13/11/2018 às 14h19min

Câmara de Salmourão concede moção de pesar à família de motorista que faleceu em acidente

Veículo envolvido no acidente foi uma van, da administração municipal, que deveria ser de uso exclusivo do setor de saúde

AtaNews
Antônio Batista Duarte (Tachão) - Foto: Lucas Reis
A Câmara Municipal de Salmourão concedeu por unanimidade na noite desta última segunda-feira (12) uma moção de pesar pelo falecimento do servidor Antônio Batista Duarte (Tachão), que veio a falecer após um acidente ocorrido no início da noite do último dia 02 de novembro. A moção foi apresentada na Câmara Municipal pelo vereador João Leme dos Santos (PV) e aprovada por unanimidade por todos os vereadores que integram o corpo legislativo do município de Salmourão.

O servidor tinha 53 anos e prestava serviços como trabalhador braçal na prefeitura, mas atualmente trabalhava na área de transportes do município de Salmourão. De acordo com o que foi apurado pela reportagem do Portal de Notícias AtaNews, o servidor se envolveu no acidente quando voltava para Salmourão após levar integrantes de uma banda que se apresentou no rodeio municipal na noite do acidente.

No texto da moção, o poder legislativo fala sobre a integridade e honestidade do servidor, que além dos amigos e familiares, era querido por toda a comunidade e levava alegria com seu violão e contrabaixo, animando festas e tocando nas missas da Paróquia São João Batista com o coral Escolhidos de Maria.



O veículo envolvido no acidente foi uma van, da administração municipal, que deveria ser de uso exclusivo do setor de saúde, contudo estava sendo utilizada para finalidades alheias ao serviço do setor. Em abril de 2016, um caso semelhante aconteceu quando um servidor teria utilizado veículo do setor de saúde para transporte de passageiros para show de uma rádio no município de Osvaldo Cruz, ganhando repercussão por parte da imprensa local, diferente de agora.

Até o momento, com mais de 10 dias após o ocorrido, a administração municipal ainda não se manifestou e nem emitiu nenhuma nota sobre o ocorrido e nem se sabe de quem partiu a ordem para que o servidor realizasse o serviço. Depois do registro de boletim de ocorrência pela Polícia Rodoviária, a família registrou também um boletim na Polícia Civil do município e o caso será apurado.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »