02/02/2018 às 15h07min - Atualizada em 02/02/2018 às 15h07min

Conheça um pouco mais do bailarino araçatubense Júnior Zambon

AtaNews
Foto: Arquivo Pessoal

Júnior Zambon nasceu na cidade de Araçatuba-SP, onde começou a trabalhar como escriturário, mas a dança sempre foi sua grande paixão. Por ter bom ritmo e frequentar discotecas, Júnior decidiu seguir esse ramo, sonhando em ser um grande bailarino de sucesso. Mesmo sem o apoio e credibilidade de sua família, o artista não desistiu de seu sonho, e se formou como bailarino pela Maitre Marisa Mancuso.

Aos 25 anos de sua carreira, Júnior conta que teve várias conquistas em sua vida que ajudou a adquirir diversas experiências, como por exemplo ingressar no elenco de um show brasileiro na China, uma participação como figurante na novela ‘’Dance Dance Dance’’ na Rede Bandeirantes e participar como bailarino no quadro ‘’Os profissionais’’ do Programa O melhor do Brasil, na época comandado pelo ator e apresentador Márcio Garcia. Porém nem tudo foi fácil, ele relata que um dos seus maiores desafios foi ingressar no elenco do salão do automóvel de São Paulo, dançando como B. Boy (Hip Hop Dancer).

A sua carreira foi marcada por apresentações importantes como: Pocahontas 1999, Cats 2000, Aladdin 2001, Mágico de OZ 2002, Grease 2003, Cats 2004, Chicago 2005, Joseph And the Armazing Technicolor Dreamcoat 2006 e Fosse & Gaga em 2012. Como ator e cantor fez algumas peças teatrais de sucesso em São Paulo, tais como o Mágico de OZ da companhia Black & Red de Billy Bond, Ali Babá e os 40 ladrões da Cia Capraroli e por fim, fez o Doutor Seguro na peça Criança e Segurança do espaço ODA.

O bailarino traz também no seu currículo prêmios importantes, como vários primeiros lugares no concurso Ginastrada, realizada na nossa região. Além do cobiçado troféu Odete Costa, no destaque de dança pelo espetáculo Fosse & Gaga de 2012 e ganhou também certificados de votos de aplausos sendo Artista e Diretor do Musical Chicago e em seguida, pelo Musical Joseph And The Amazing Technicolor Dreamcoat. Apesar de todas as conquistas, o artista afirma que ainda não está totalmente realizado. ‘’Ainda tenho muitos objetivos, planos e metas a serem alcançadas no mundo da dança, enquanto não os realizo não sou um artista completo, acho que sempre vou querer ir mais além do que posso ser... ’’ – Diz Júnior.

Hoje, o bailarino não atua apenas dançando, mas também dando aulas em academias de dança. Suas aulas a princípio são básicas com aquecimento, depois vem a parte técnica, uma sequência de coreografias que trabalham a agilidade, logo em seguida a coreografia de determinado musical e por último, finalizamos com alongamento. ‘’Tenho uma relação de companheirismo e confiança com meus alunos. Se eles não acreditarem que sou competente e confiarem no que estão aprendendo, não há um bom resultado final.’’ – Completa Zambon.

Júnior diz que ás áreas de maior destaque na dança é o balé clássico, porém na nossa cidade o Jazz é o mais procurado por ser um ritmo mais animado e divertido.

Para aqueles que sonham em ser um bailarino profissional e respeitável, Júnior diz que é necessário ter paixão pelo que faz, se aprofundar nos estudos e adquirir experiências, que serão inesquecíveis. ‘’As pessoas pensam que dançar é brincadeira, mas se você se especializar vai perceber o quão difícil é atingir um alto grau técnico...’’ – Diz Zambon.

Ainda em entrevista ao Portal AtaNews, o artista destaca que o mais gratificante em seu trabalho, é ver o resultado alcançado e que as críticas positivas tanto do público como do elenco colabora em seu resultado final.

Por fim, Júnior Zambon diz que não se vê exercendo outra profissão que não tenha relação com o palco. ‘‘...Uma vez artista, sempre artista!.’’
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »