26/10/2018 às 09h07min - Atualizada em 26/10/2018 às 09h07min

Homem que provocou morte ao dirigir embriagado em Presidente Prudente é condenado

Tercilei Bezerra foi denunciado por Promotoria de Justiça

MPSP
Foto: Divulgação
Depois de denúncia apresentada pelo promotor de Justiça Braz Dorival Costa, Tercilei Bernardo Bezerra foi condenando a 9 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado pelo homicídio por dolo eventual que vitimou Carlos Lopes no município de Presidente Prudente. A sessão do Tribunal do Júri que condenou o réu foi realizada nesta quarta-feira (24/10).

No dia 8 de abril de 2014, Bezerra, em estado de embriaguez alcoólica, passou a conduzir veículos pelas ruas de Presidente Prudente, mesmo prevendo o risco de causar acidentes e mortes. Na altura do Parque Furquim, ao fazer uma curva à esquerda, Bezerra perdeu o controle do automóvel, passou pelo canteiro central e atingiu o carro que era dirigido por Lopes e que trafegava no sentido contrário. Mesmo após a colisão, o réu "continuou em sua trajetória, vindo a imobilizar-se junto ao acostamento (...)". Lopes morreu em consequência do politraumatismo.

A acusação por parte do MPSP baseou-se nos fatos de que Bezerra estava comprovadamente embriagado, dirigindo em alta velocidade, e ainda sob efeito de remédios controlados. Além disso, momentos antes da colisão, o réu estava fazendo manobras arriscadas na via pública, de acordo com informações do Centro de Operações da Polícia Militar.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »