25/10/2018 às 08h52min - Atualizada em 25/10/2018 às 08h52min

Número de multas em SP tem redução de 22% em 2018

Nos primeiros meses do ano de 2018, o índice de multas de trânsito apresentou uma queda de 22% na cidade de São Paulo. Isso significa que apenas um motorista em cada cinco foi penalizado ao volante.

Jeniffer Elaina
Smartia Seguros, Prefeitura de São Paulo, Estadão
Segundo informações registradas pela CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, até o presente momento, foram registradas 5,3 milhões de infrações de trânsito na cidade de São Paulo este ano. No mesmo período no ano de 2017, haviam sido registradas 6,8 milhões de infrações.

Falando assim pode parecer uma redução pequena, no entanto, os dados apresentados pela CET mostram que dos 8,5 milhões de veículos registrados na cidade de São Paulo, apenas 18% foram autuados neste ano.

Dessas multas, cerca de 205 mil condutores foram autuados mais de duas vezes, enquanto aproximadamente 7 milhões deles não tiveram uma multa sequer este ano.

Segundo informações encontradas no Painel de Mobilidade Segura da prefeitura de São Paulo, entre os meses de janeiro e junho o maior índice de multas aplicadas na cidade é dos veículos de passeio como os carros, responsáveis por 67,21% das multas, contra 20,29% dos veículos utilitários, 6,83% de motos e 4,50% de caminhões, como é possível ver na imagem a seguir:

Figura 1: www.mobilidadesegura.prefeitura.sp.gov.br

Motivos da redução do número de multas
Algumas autoridades e órgão responsáveis pelo trânsito afirmam que a redução do número de infrações se deve as inúmeras campanhas de conscientização que vem sendo realizadas ao longo dos anos.

Segundo o mestre em transportes da USP – Universidade de São Paulo, Sérgio Ejzenberg, essa redução se deve ao valor das multas que vem se tornando cada vez mais altas a cada ano. Ele acredita que esses altos preços deixam as pessoas mais atentas, evitando que elas cometam o mesmo erro mais de uma vez.

De acordo com Sérgio, “Sempre que se instala um radar é possível registrar muitas infrações, no entanto, com o tempo, depois das pessoas levarem uma, duas ou mais multas pelo mesmo motivo, elas aprendem que precisam evitar esse erro. As pessoas são educadas pelo bolso”, disse o mestre em trânsito.

É preciso dizer que esse aumento comentado nas multas de trânsito aconteceu apenas no final do ano de 2016, por isso, a redução do número de infrações pode ser observada dessa maneira agora.

Para se ter uma ideia, a multa de trânsito mais leve que custava R$ 53,20 em 2016, passou a custar R$ 88,38. Já as infrações consideradas como gravíssimas, que custavam R$ 191,54, passaram a valer R$ 293,47. É

Esses valores mais altos foram os maiores responsáveis pela redução nas infrações de trânsito. Mesmo com uma diminuição de 22% nas multas registradas em 2018, este ano a prefeitura de São Paulo arrecadou 9,3% a mais em dinheiro que no mesmo período do ano passado.

O levantamento realizado pelo jornal Estadão com dados obtidos com a CET ilustra bem esse aprendizado ao que Sérgio Ejzenberg se refere. Na imagem a seguir é possível acompanhar a evolução das multas na cidade de São Paulo, com comparativos feitos entre o ano de 2017 e 2018:

Figura 2: www.sao-paulo.estadao.com.br

O importante é que o motorista se conscientize para poder economizar com as multas e evitar acidentes de trânsito, colaborando para todos dirijam com prudência.

Smartia Seguros

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »