25/10/2018 às 08h52min - Atualizada em 25/10/2018 às 08h52min

Palmeiras joga para empatar e é castigado no fim pelo Boca: 0 a 2

Time de Felipão segurava o 0 a 0 até os 37 minutos do segundo tempo; agora só uma goleada colocará o Verdão na final da Libertadores.

Palmeiras FC
Foto: Divulgação
Com Luan e Gómez formando a dupla de defesa, o Verdão iniciou o jogo dando um susto no Boca: logo no primeiro minuto Borja percebeu o goleiro adiantado, chutou sem ângulo da lateral e viu a bola passar perto do travessão. A resposta dos mandantes não demorou. Aos 7 Felipe Melo perdeu uma dividida no meio-campo e a bola sobrou para Perez avançar livre e chutar por cima.

A partida era movimentada. Aos 8 minutos Dudu recebeu de Bruno Henrique e ao invés de abrir o jogo para Willian, arriscou um chute que saiu sem direção. Aos 15, após cobrança de escanteio, Weverton falhou e Izquierdoz escorou para fora.

Aos 25 minutos Olaza experimentou da entrada da área e fez Weverton trabalhar em dois tempos. Pouco depois foi a vez de Jara tentar a sorte de longe, mas o goleiro Palmeirense estava atento. Já sem a mesma intensidade do começo do jogo, o Palmeiras só voltou a incomodar a defesa adversária nos acréscimos do primeiro tempo, quando Willian aproveitou vacilo de Magallán para chutar de média distância, mas ele errou feio o alvo.

Sem mudanças, o Verdão voltou para a etapa final com uma postura menos defensiva. Aos 4 minutos Borja ajeitou para Willian arriscar de canhota, para fora. No lance seguinte outra vez Borja trabalhou como pivô, desta vez tocando para Bruno Henrique chutar fraco, nas mãos do goleiro.

Passados os minutos iniciais, no entanto, logo a partida voltou a ficar truncada, com ambas equipes encontrando dificuldade para trabalhar a bola. Apenas aos 23 minutos os torcedores que lotaram a Bombonera presenciaram um lance de real perigo, e foi para o Palmeiras. Dudu recebeu na entrada da área, girou pra cima do marcador e bateu forte no canto esquerdo de Rossi, que mandou para escanteio, ignorado pelo árbitro.

Aos 29 minutos Felipão promoveu a primeira alteração: Borja por Deyverson. Aos 33 Pavón arriscou da entrada da área, a bola desviou em Luan e morreu nas mãos de Weverton. Aos 36 minutos, em falta cometida por Felipe Melo perto da área, Olaza cobrou bem e só não correu para o abraço porque Weverton fez milagre.

Na cobrança de escanteio do lance anterior, no entanto, o goleiro Palmeirense nada pôde fazer quando Benedetto subiu no meio da defesa e escorou para o chão: 1 a 0. Depois do gol, Scolari optou por preservar o resultado ao invés de tentar o empate; aos 41 ele trocou Bruno Henrique por Thiago Santos.

Mal deu tempo para o volante ajudar a segurar o 1 a 0 contra; aos 42 minutos Benedetto fintou como quis Luan e fuzilou a meta de Weverton: 2 a 0. Aos 45 Willian arriscou de longe, fácil para Rossi.

Nos acréscimos o Boca apenas administrou a ótima vantagem. No jogo de volta, marcado para a semana que vem, o Verdão precisará vencer por 3 gols de diferença para avançar à final da Libertadores.

Sábado (27/10), às 19h, o Palmeiras faz outro jogo decisivo fora de casa, desta vez contra o Flamengo, pelo Brasileirão.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »