24/10/2018 às 11h23min - Atualizada em 24/10/2018 às 11h23min

Prefeitura de Catanduva leva alunos a ação de plantio de 100 mudas de ipês

Assessoria de Imprensa
Foto: Imagem Ilustrativa
O projeto “Há cem anos plantando solidariedade”, que será realizado pela Fundação Padre Albino nesta quarta-feira, dia 24, a partir das 8 horas, terá participação de 30 alunos da escola municipal Dr. Armando Prandi. Eles vão reforçar a ação de plantio de 100 ipês, árvore símbolo da cidade, no entorno do Hospital Emílio Carlos.
 
A iniciativa integra a programação do centenário da chegada de Padre Albino a Catanduva e o projeto está baseado na obra “A árvore das lembranças”, de Britta Teckentrup, que eterniza a vida e memórias através de árvores.
 
A recepção aos estudantes e suas professoras será na quadra de esportes do Complexo Esportivo Prof. Ivo Dall’ Aglio, com brincadeiras recreativas. Logo após, será servido lanche e, às 9h30, todos serão orientados sobre a forma de plantio dos ipês e o local, além da contação de história sobre o livro tema do projeto.
 
De acordo com a coordenadora do projeto, Silene Fontana, “nesse livro delicado e tocante, que celebra a vida e nos ajuda a resgatar as lembranças daqueles que amamos, a raposa levava uma vida longa e feliz na floresta, mas quando se sentiu muito cansada entendeu que era hora de partir. Tristes, os animais da floresta reuniram-se em volta da amiga para relembrar os momentos felizes que viveram juntos. Porém, uma agradável surpresa aqueceu o coração de cada um deles e transformou a dor da saudade em alegres e floridas árvores de memórias”.
 
“Considerando que árvore é vida e que a obra de Padre Albino está viva, a Fundação Padre Albino promove esse projeto como uma representação das marcas que Padre Albino nos deixou. O plantio das cem mudas de ipê representa a perpetuação daquilo que amamos”, ressalta Mauro Assi, coordenador da comissão organizadora dos 100 anos.
 
Cada árvore plantada será acompanhada pelo nome de uma pessoa, homenageada com o ato. A atividade é fruto da parceria entre os cursos de Pedagogia e Agronomia da Unifipa, Prefeitura de Catanduva e Fundação Padre Albino.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »