30/01/2018 às 10h53min - Atualizada em 30/01/2018 às 10h53min

Uma Fórmula 1 mais humana

Com o Comando da Liberty Media, a fórmula 1 se aproximou mais de seu público.

90Goals
Thomas Danel, um pequeno francês de 6 anos,torcedor da Ferrari - Foto: F1 Official Site
A Fórmula 1 desde o seu início, provou ser um esporte apaixonante, criamos heróis, lendas, vimos grandes batalhas, tragédias, tudo isso provando que era um esporte tão bom quanto os outros.

Só que tínhamos um problema, desde que a Fórmula 1 entrou em nossas vidas, era um mundo inacessível, nunca sabíamos o por trás dos bastidores (por mais que as notícias da imprensa nos informava a respeito do campeonato), a proximidade dos pilotos e do público era pequena, ou seja, eles eram apenas os Heróis, e nós a plateia.

Mas em 2017 depois de algumas negociações, a Liberty Media (Dona da Publicidade do Atlanta Braves, e de outros meios de comunicação), compra os direitos de imagem da Fórmula 1, e quebra as barreiras que o público e os pilotos tinham.
 

Chase Carey, CEO da Liberty Media (Foto: F1 Official Site)

Durante toda a Temporada, vimos um toque de maestria e glamour que ela proporcionou para nós, transformando a Fórmula 1, não só em uma simples corrida, mas em um grande evento Mundial.

Vejamos algumas dessas grandes façanhas:

O Choro de um pequeno fã



Thomas Danel, um pequeno francês de 6 anos,torcedor da Ferrari (Foto: F1 Official Site)

Vamos refrescar um pouco a nossa memória, 5ª corrida do Calendário de 2017, Grande Prêmio da Espanha realizado no Circuito da Catalunha, Montmeló, todas as câmeras estavam de olho na Disputa do Campeonato entre o Alemão Sebastian Vettel (Ferrari) e o Britânico Lewis Hamilton (Mercedes).

Até ai tudo bem, porém um acidente envolvendo o Finlandês Kimi Räikkönen(Ferrari) e o Jovem Holandês Max Verstappen (Red Bull), acabou revelando a estrela daquele Domingo 14 de Maio.

O Pequeno Francês Thomas Danel (6 Anos), da Cidade de Amiens, não gostou nem um pouco deste acidente, pois seu amor pela Scuderia do “Cavallino Rampante” era algo fascinante, e ver um de seus heróis sair da corrida não foi nada legal.

Mas toda essa tristeza se dissipou logo em seguida, numa manobra fenomenal, Vettel ultrapassa o Filandês Valtteri Bottas (Mercedes), fazendo o Pequeno Thomas voltar a sorrir novamente.

Mas a Alegria dele não acabaria por ali, sobre os cuidados da equipe de Transmissão da F1, Thomas foi levado em direção a sala da Ferrari, para ver o seu grande herói recém- eliminado da prova, onde tirou fotos, ganhou um boné autografado e pode junto com sua família, viver um momento de Glória que deixa qualquer fã de Formula 1 com Inveja.

“OK… I’m going to pee in your seat.”


Fernando Alonso e Jenson Button, Mclaren 2016 (Foto: F1 Official Site)

Comunicação em Rádio na Fórmula 1 é algo extremamente normal, ainda mais que os pilotos e os engenheiros precisam estar em constante comunicação, para estar a par da condição do piloto e do carro.

Mas algo extremamente cômico aconteceu em 28 de maio, na 6ª Corrida do Campeonato, realizado no Circuito de Monte Carlo, Mônaco.

O Espanhol Fernando Alonso (Mclaren), estava nos Estados Unidos para disputar as 500 Milhas de Indianápolis, e como não havia ninguém para o substituir, o Britânico já aposentado Jenson Button se ofereceu para o posto de “quebra-galho” do Final de Semana.

Button estava saindo dos boxes para alinhar o seu carro no Grid de Largada, quando, seu amigo direto de Indiana, manda-lhe uma mensagem de voz:

Alonso: “Jenson, meu amigo, tenho certeza que queria ouvir minha voz antes de começar a corrida. Apenas estou desejando-lhe muita sorte, eu estou seguindo você na televisão, o que você fez ontem foi surpreendente “.

Button:  “Obrigado!”.

Alonso: “Cuide bem do meu carro!”

Button:  “Okay… Eu vou fazer xixi no seu assento.” 

Alonso:  “Não por favor! Divirte-se. Você fez um excelente trabalho ontem, parabéns.”

Button:  “Você também amigo, tenha um ótimo trabalho!”

Austin como um ringue de luta


Michael Buffer, Locutor Famoso de Boxe (Foto: F1 Official Site)

É comum Jornalistas, colunistas, e todos do meio esportivo, dizerem que existe uma luta entre os pilotos, porém, a Liberty Media mais uma vez mostrou seu toque de mágica para temperar ainda mais o clima da Formula 1.

Sobre o comando de Michael Buffer (Locutor de lutas de Boxe, e Irmão de Bruce Buffer Locutor de UFC), o Grande Prêmio dos EUA, realizado no Circuito das Américas em Austin, Texas, deixou todos nós ainda mais ansiosos para ver a disputa do título do ano passado.Foi como colocar mais lenha na fogueira, e deixar o público extasiado!
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »