19/07/2019 às 10h03min - Atualizada em 19/07/2019 às 10h03min

Meio que Geek! S01E11 - Entrevista especial com o João “Seu” Pimenta!

David Prates

Diretamente de cajazeiras, o cara que é barril nas redublagens!!


O tal do filtro dos idosos: Saiba como fazer!

 
E no final de semana passada foi aberta a porteira da veiarada nas redes sociais, com versões mais velhas da galera. Dai você que ficou procurando o filtro no Snapchat ou no Instagram e não achou a dica fica aqui: Procure um app chamado FaceApp disponível tanto na Apple Store  (https://apps.apple.com/br/app/faceapp-ai-face-editor/id1180884341) quanto no Google Play (https://play.google.com/store/apps/details?id=io.faceapp&hl=pt_BR), o filtro de idoso e até duas versões mais jovens, como alguns outros são gratuitos, mas para ter a versão pró completa do aplicativo você vai gastar ai R$129,90 (meio salgado, mas tem a opção mensal e anual, de R$14,9 e R$74,9 respectivamente).

O aplicativo é bastante intuitivo, com os filtros muito bem feitos e para um melhor resultado é interessante usar uma foto numa boa resolução de preferência com o rosto bem de frente.


 
Tyson descobre recentemente que M. Bison do Street fighter é inspirado nele!!
 
Olha que fita louca: Tyson vai num programa da ESPN, joga Mário Kart, e descobre que o boxeador M. Bison (Balrog fora do japão) foi inspirado nele! E olha que ele apareceu pela primeira vez no Street Fighter 2 em 1991!!!

“Nossa, então ele é parecido comigo? Nunca tinha ouvido falar sobre isso.”

Disse.

“Mas, estou honrado por essa representação!”

 
 


Força Aérea dos EUA diz que defenderá Área 51 de tentativa de invasão convocada pelo Facebook

O que começou como uma piada no Facebook agora virou um assunto sério: A Força Aérea dos EUA pediu que pessoas não se aproximem da Área 51. Mais de 1 milhão de pessoas confirmaram presença em um evento no Facebook, ameaçando invadir a base ultrassecreta no Estado de Nevada, que alguns acreditam abrigar alienígenas.

"Podemos nos mover mais rápido do que suas balas. Vamos ver esses alienígenas", diz a página na rede social com milhares de comentários sobre o evento marcado para 20 de setembro.

Em resposta, uma porta-voz da Força Aérea disse ao jornal The Washington Post que o órgão está "pronta para proteger os Estados Unidos e seus ativos".

"Eu só achei que seria engraçado e conseguiria algumas curtidas na Internet. Eu não me responsabilizo se as pessoas decidirem realmente invadir a Área 51", escreveu o usuário Jackson Barnes na página do evento.

Mas a Força Aérea americana não está vendo graça.

"[A Área 51] é um campo de treinamento aberto para a Força Aérea dos EUA, e nós desencorajamos qualquer um a tentar entrar na área onde treinamos as forças armadas americanas", disse a porta-voz.

Fonte: www.bbc.com



Seriado indicado da semana: American Gods
 
Com toda a certeza, uma obra prima, principalmente para quem já leu o livro de Neil Gaiman.

A série é focada em Shadow Moon, um homem que cumpre três anos de prisão. Faltando poucos dias até o fim de sua sentença, Shadow acaba sendo liberado inesperadamente depois que sua amada esposa, Laura, é morta. Posteriormente, Shadow encontra-se ao lado de um homem chamado Wednesday, que lhe oferece um emprego. Em primeira instância, Wednesday parece ser nada mais que um trapaceiro que precisa de Shadow como guarda-costas. Wednesday está trilhando seu caminho pelos EUA, reunindo todos os velhos deuses, que agora se incorporaram na vida americana, para enfrentar os novos deuses, incluindo os relacionados a mídia e tecnologia, que estão se fortalecendo.

Cara, nem vou falar muito, porque é um dos meus seriados favoritos, só vai, assina o prime vídeo, assiste as duas temporadas que tem disponíveis, fique na expectativa da terceira e depois me fala.

Dez estrelas de cinco.

Sem mais.
 


Entrevista Meio Geek - João Seu Pimenta
 
1- Quais as maiores influências nos seus vídeos? Você coloca legendas pra galera de outros estados entenderem o que você fala como aquele filme "Cine Holliúdy" ?
 
Primeiramente, obrigado pela moral, galera. Então, eu sou roteirista já tem um tempo e eu costumo ler, assistir, escutar e jogar de tudo pra pegar referências de escrita, de narrativas, de estilo, e dos próprios acontecimentos das obras que tornam-se referências. Gosto de observar os comportamentos seja pessoalmente ou através de alguma produção, e reproduzo muito isso nas coisas que eu faço.
Sobre as legendas tem dois motivos: O primeiro é a acessibilidade pra quem não tem audição, e o segundo para que algumas coisas dos dialetos usados fiquem mais entendíveis, mesmo.
 
2- O que é mais satisfatório pra você, as redublagens, gameplays comentadas ou stand up?
 
Assim, eu me realizo em todos os quadros que eu faço, do contrário, acho que nem faria. Eu gosto da variedade porque eu tenho diversos respiros criativos, o público acaba se apegando à determinado quadro, e eu me divirto com todos. Cada um tem seu lugar especial no meu coração. Se eu começo a lembrar dos processos criativos de cada quadro, nem consigo escolher meu preferido, porque todos eles são bem satisfatórios de fazer.
 
3- Você tem um trabalho paralelo a comédia? Ele atrapalha suas criações?
 
Eu sou roteirista de profissão, escrevo bastante pra comédia. Então, tá tudo em casa. Sempre tô escrevendo minhas maluquices pra publicidade, pra séries, e pras minhas produções. Mas tenho que ter meu tempo de comer hambúrguer, ir à praia, tentar aprender andar de bike, assistir anime e jogar.
 
5- Você tem um irmão chamado Jorel? kkkkkk
 
Gostaria muito. Inclusive tô há um tempão procurando uma bota sete léguas amarela, pra fazer um cosplay e nunca acho. Tô vendo a hora de comprar uma de outra cor e pintar.
 
6- Dá pra ganhar dinheiro sendo engraçado?
 
Eu costumo dizer que dá pra se ganhar dinheiro em qualquer área de atuação. Sobre ser engraçado acho muito relativo. Tento imprimir as coisas que eu acredito no meu trabalho. Não acho por exemplo, piadas pejorativas, algo engraçado. E sigo no meu trampo acreditando nisso, tentando levar algo leve e agradável às pessoas.
 
7- Qual a dica que você dá pra molecada que quer começar a gravar redublagens ou fazer comédia?
 
Ter o compromisso com a originalidade, autenticidade e tentar fazer o mínimo que é não ser escroto com as pessoas, no discurso. Já é um ótimo caminho. Além de estudar aquilo que tá se propondo a fazer, melhorando gradativamente, sem entrar na pilha do crescimento, focar no trampo e o crescimento vai ser uma consequência. E lembrem-se: O poder é de vocês!





 

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »