• Olá visitante, seja bem-vindo!
    Entrar | Cadastre-se
  • Tempo Hoje
    SP, Araçatuba
    min 22º
    máx 29º
  • Quinta, 14 de Dezembro de 2017
    • Facebook
    • Twitter
    • Pinterest
    • Instagram
    • Youtube
    • Rss

Notícias / 6 de Dezembro de 2017 12h31

FAMOSOS

Mr. Catra é internado às pressas em São Paulo

0 votos
YahNoticías
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus Compartilhe no Pinterest
Foto: YahNoticías
O funkeiro Mr. Catra, 49, foi internado às pressas na noite desta terça (5) em um hospital de São Paulo.

A assessoria do cantor confirmação a informação e afirmou que o músico passou por uma bateria de exames e que ainda aguarda os resultados.

O cantor, que faz quimioterapia para tratar de câncer no estômago, teria apresentado problema com o cateter.

Nome artístico de Wagner Domingues Costa, Mr. Catra nasceu no morro do Borel, na zona norte do Rio de Janeiro, em 5 de novembro de 1968. Ao contrário de outros funkeiros, nasceu em família com boa situação financeira e estudou em colégios particulares da capital fluminense.

É conhecido pelas falas polêmicas, pelas letras picantes de suas músicas e sobretudo pela numerosa família. Polígamo, Catra tem atualmente quatro companheiras e se prepara para a chegada do 33º filho.

Sua carreira começou na década de 1980, mas ganhou fama em 1994 quando lançou o disco O Bonde dos Justos, emplacando o hit Vida na Cadeia. "Adultério" e "Uh Papai Chegou" são duas das músicas mais conhecidas do funkeiro, que realiza uma média de 40 shows por mês.

Embora seja conhecido como funkeiro, Mr Catra é eclético e já fez trabalhos em rock, soul, hip hop e samba. Também possui cinco filmes no currículo.

Catra tem ainda outras curiosidades além das dezenas de filhos e das frases polêmicas. É formado em direito, fala quatro idiomas (inglês, francês, hebraico e alemão) e se converteu ao judaísmo após uma visita ao Muro das Lamentações, em Jerusalém.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários
0 comentários


Comentários via Facebook

2017 © - Atanews