• Olá visitante, seja bem-vindo!
    Entrar | Cadastre-se
  • Tempo Hoje
    SP, Araçatuba
    min 22º
    máx 29º
  • Sexta, 18 de Agosto de 2017
    • Facebook
    • Twitter
    • Pinterest
    • Instagram
    • Youtube
    • Rss

Polícia / 7 de Janeiro de 2017 12h13

COMBATE AO CRIME

Estelionatários montam empresas fantasmas e dão golpe em distribuidora de óleo diesel e óleos lubrificantes

0 votos
PMESP
Compartilhe no Twitter Compartilhe no Google Plus Compartilhe no Pinterest
Foto: Divulgação
A Polícia Civil, por intermédio das Delegacias Especializadas e do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Seccional de Polícia de Dracena, na última terça-feira (3), esclareceu a autoria do crime de estelionato ocorrido em dezembro de 2016, quando uma empresa de revenda de óleo diesel e de lubrificantes, estabelecida na cidade de Araçatuba, efetuou vendas no valor aproximado de R$ 113 mil para duas supostas empresas agrícolas,

Os dados cadastrais das referidas empresas agrícolas davam conta de que estavam estabelecidas nas cidades de Adamantina e Presidente Venceslau. Porém, parte dos produtos foi entregue na cidade de Dracena, em dois locais diferentes.

A distribuidora só percebeu que havia caído em um golpe quando não houve o pagamento do primeiro boleto referente às vendas e ao contatar os compradores, estes passaram a fornecer diferentes justificativas sobre o atraso, até que não mais retornavam as ligações.

Os agentes das Delegacias Especializadas, com auxílio do Centro de Inteligência Policial (CIP), passaram a realizar o trabalho de inteligência com a coleta de dados e investigações de campo.

Foram identificadas seis pessoas, as quais foram reconhecidas, por foto, pelos motoristas que realizaram as entregas.

A Polícia Civil apreendeu um caminhão- tanque e um reboque- tanque

Os criminosos foram presos pelo crime de estelionato.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários
0 comentários


Comentários via Facebook

2017 © - Atanews